# Você sabia que no século XIV os sapatos chegaram a medir 50 cm de comprimento na Inglaterra?
Na Inglaterra do século XIV os sapatos ficaram tão pontudos que se transformaram em um objeto perigoso. O Rei Eduardo III baixou então um decreto para limitar os bicos para no máximo 5 cm de ponta. Entretanto, há registros de sapatos que chegaram a ostentar 50 cm de comprimento. Era necessário prendê-los à cintura com cordão de seda para ser possível andar.

# Você sabia que, no passado, os Franceses precisavam mergulhar os pés na água para conseguirem calçar seus sapatos?
Os sapatos Franceses ficaram tão estreitos no século XVI que para calçá-los era necessário ficar com os pés mergulhados em água gelada por uma hora.

# Você sabia que, no passado, na China as mulheres eram obrigadas aa utilizar sapatos de no máximo 15cm?
O culto aos pés na China exigia a utilização de sapatos de até 15 cm. As mulheres tinham os pés praticamente amassados, e enfaixados em um cilindro para não crescerem para calçar os minúsculos calçados.

# Você sabia que, no passado, em Veneza as plataformas dos calçados eram tão altas que dificultavam a movimentação?
Pelo ano de 1600, as plataformas dos sapatos da cidade de Veneza, na Itália, ficaram tão altas que muitos precisavam da ajuda de criados para se movimentar.

# Você sabe como surgiu a numeração dos calçados?
Para uniformizar as medidas o Rei Eduardo I, da Inglaterra, decretou, por volta de 1300, que fosse considerada como uma polegada a medida de três grãos secos de cevada enfileirados. Os calçadistas da Inglaterra adotaram a idéia e passaram a fabricar, pioneiramente, sapatos em tamanhos padrões. Foi assim que a numeração dos calçados se iniciou. Hoje, por exemplo, um calçado infantil medindo treze grãos de cevada é conhecido como de tamanho 13.

# Você sabe por que surgem as bolhas nos pés?
As desagradáveis bolhas aparecem quando utilizamos calçados menores que o nosso número. Eles entram em atrito com a pele provocando a sua compressão com os vasos sangüineos, que acabam por reagir extravasando o plasma existente neles. É este acúmulo de plasma forma a bolha. Por tanto, a diferença da bolha para o hematoma é que, no caso do hematoma, o vaso sangüineo chega a se romper.

Postado por Tags: , Categorias: Arte & Cultura, Curiosidades
85

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

Deixe uma resposta