Você compraria um carro desses?

E um desses? Que diferença, hein?

Eu confio mais nesses testes aqui!

Postado por Tags: , , , , Categorias: Veículos, Vídeo
367

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

4 Comentários

  1. […] /2007/10/06/teste-de-impacto-de-alguns-carros/ (1407 visitas) […]

  2. Bremm disse:

    Eu gosto de assistir vídeos de crash-test não por curiosidade mórbida e sim para aprender sobre a atuação das forças em cima da estrutura dos automóveis envolvidos. Esse Chery conseguiu ser pior que o VAZ-2107 (o “nosso” Lada Laika que foi importado para o Brasil entre 1991 e 1997).

    Fica como sugestão para uma próxima postagem se tu encontrares no Youtube o vídeo de um crash-test feito com dois Ford Focus: um que já havia sido (mal) reparado por colisão frontal e outro com o terminal dianteiro intacto. Se não me fala a memória, o vídeo original foi elaborado pela aquipe do programa inglês Top Gear da BBC.

  3. BlackIces, poisé, o primeiro carro parece feito de alumínio, amassou como se fosse uma lata de coca-cola pisada por uma criança. A Volvo faz seus carros fortes, como se fossem caminhões… hehe

  4. BlackIces disse:

    então os carros da volvo são mesmo muito seguros, claro eles tem uma boa margem para repassar a segurança no valor do veiculo. Podemos ver claramente que o carro se deforma BEM até chegar perto do volante, ai nem se meche. Muita gente acha que carros que se deformam pouco são mais seguros, erro comum pois quanto mais o carro se deforma (respeitando o local onde se encontram os passageiros) mais ele absorve a energia do movimento e a transforma em calor/barulho/luz/amassado… diminuindo o dano ao passageiro.

    agora o carro oriental deformou demais, desrespeitando o local do passageiro. Mas se não me engano ja ouvi muitas criticas sobre a segurança muito abaixo da media nesses veículos.

Deixe uma resposta