Primeiramente, gostaria de homenagear as vítimas que faleceram no acidente na BR-282, na região de Descanso, em Santa Catarina. Especialmente os jornalistas, os bombeiros e os policiais que morreram na segunda colisão, e apenas estavam ali para ajudar e servir à comunidade.

Nos EUA, não só os policiais e bombeiros que faleceram nas Torres Gêmeas viraram heróis, mas todos os seus colegas ganharam essa boa reputação, com direito a bonequinhos nas lojas (action figures) e homenagens dos super-heróis nas histórias em quadrinhos. Os bombeiros, em especial, sempre foram heróis.

Diversas estátuas em homenagem a estes profissionais estão espalhadas não só pelos EUA, mas por diversos países do mundo.

Aqui esse reconhecimento não vem nem para os que morreram nesse terrível acidente, nem para outros que morreram no cumprimento do dever em outras ocorrências, como muito menos para os que arriscam a vida diariamente por nós, ganhando uma miséria sustentada pelos impostos que os abastados teimam em sonegar (mas isso vai ser tema de outro post polêmico, agora gostaria de me ater à homenagem).

Quanto aos jornalistas, a questão é ainda pior: embora existam diversos personagens da ficção, heróis que são repórteres e jornalistas, eu não encontrei nenhuma estátua ao Jornalista Desconhecido, que deu sua vida para informar o povo. Pode até existir, mas não encontrei, enquanto as que homenageam policiais e bombeiros existem em boa quantidade. Claro, estátuas para algum jornalista específico até existem. Mas uma geral, que honre a classe, não vi.

Os mais hipócritas já estão dizendo que a polícia é violenta e assassina, os bombeiros já entraram na corrupção também e os jornalistas não passam de manipuladores da opinião pública a serviço de poderes maiores. Isso tudo é verdade, existem esses profissionais. Mas não são todos. Muitos estão na profissão pelos seus ideais originais e mantém-se fiéis a eles.

Profissionais desqualificados ou corruptos existem em qualquer profissão. Penso que deveriam ser punidos exemplarmente, mas não servir como pretexto para denegrir o bom trabalho dos colegas dedicados. Alguns médicos receitam remédios ou cirurgias desnecessários e até prejudiciais, apenas para ganhar dinheiro ou ceder à pressão de alguns laboratórios. Engenheiros deixam passar obras precárias, economistas rendem-se à vontade dos políticos, religiosos e sociólogos defendem posições questionáveis como se fossem donos da verdade absoluta, contadores marretam balanços, estudantes universitários colam nas provas que definirão sua capacidade profissional, porteiros e seguranças envolvem-se em crimes, motoristas de ônibus não param no ponto, camelôs roubam no troco, faxineiras quebram objetos e mentem a respeito…

Enfim, toda classe de profissional, seja mais ou menos qualificada, seja muito bem organizada ou não, seja a sua profissão ou dos seus familiares, contém maus profissionais. E tem bons profissionais.

Em homenagem aos policiais e bombeiros que morreram neste acidente, aos que já morreram ou morrerão, aos que viverão correndo risco diário até a aposentadoria, e nem sequer têm o reconhecimento devido, eu dedico as imagens abaixo. Fico devendo imagens semelhantes de jornalistas. Se alguém souber onde achar umas boas, por favor me passe o link.

Estátuas:

ImageShack ImageShack ImageShack ImageShack

Brinquedos

ImageShack ImageShack ImageShack

Postado por Tags: , , Categorias: Editorial
371

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

Deixe uma resposta