Saiba toda a história não contada sobre a origem do Hallowen

abóbora de halloween

Irlanda, cidade de Derry (ou Londonderry): Hoje ela é a segunda maior cidade irlandesa, tendo a maior concentração de católicos neste país de maioria protestante. Em 1972, foi palco do massacre conhecido como Bloody Sunday – Domingo Sagrento (lembrado na famosa canção do U2). O que pouco se fala, no entanto, é que esta cidade também foi palco de outro crime violento, um que deu origem à festa atual do Halloween.

Nesta cidade, no século XIX, vivia o cavalheiro Jack Hall. De família nobre, porém decadente, este homem casou-se no início de 1822 com Eve Samhain, moça de família endinheirada, porém que sofria o estigma de ser católica. O casamento deveria beneficiar ambas as famílias. Porém, a pobre moça sofreu um acidente ainda neste ano e veio a falecer.

A sogra de Hall, que estava acostumada a viver com o casal, continuou morando com o rapaz. Entretanto, talvez por culpá-lo inconscientemente pela morte da filha, talvez pela diferença religiosa (Hall era protestante), ela vivia brigando com ele.

Dizia que ele era um perdedor nato, que se aproveitava do dinheiro herdado da filha e que ele jamais chegaria a lugar nenhum. Não importa o que ele fizesse a sogra jamais estava satisfeita e insistia que ele jamais venceria na vida.

Jack Hall agüentou um ano inteiro ouvindo as provocações da sogra. Mas um dia ele não suportou mais, descontrolou-se e matou a mulher de forma bárbara. Com um machado ele decepou a cabeça da sogra e jogou-a fora. Psicólogos disseram que ele teria feito isso para não ter que ouvir mais suas reclamações ou olhar para sua cara nunca mais, nem enquanto fosse vivo e nem depois que morressem. O mais chocante é que além de matar a sogra, ele escreveu na parede de casa, com o sangue da vítima: HALL WIN (Hall vence).

Esse assassinato foi em 31 de outubro de 1823.

O que se segue não é confirmado, mas muitas versões confirmam que Jack Hall foi preso no dia seguinte, e teria alegado legítima defesa. A sogra seria uma bruxa verdadeira e já teria sido responsável pela morte da própria filha. Lembrem-se que isso aconteceu no início do Século XIX, e uma acusação destas ainda era considerada pelo Juiz, embora cada vez menos.

O braço feminino da Associação Católica Irlandesa não admitiu isso. Primeiro, o crime envolvia um protestante matando uma católica. Segundo, não iriam mais tolerar a matança de mulheres sob a acusação estúpida de bruxaria.

Além de buscar ajuda com o Arcebispo e até mesmo de professores de ciência, elas organizaram uma grande passeata de protesto que atravessou a cidade. E para chamar a atenção do absurdo, vestiram-se todas como bruxas. A pressão fez efeito e o juiz condenou Jack Hall à pena capital: por ironia a morte se daria por decapitação.

Todo ano, as pessoas saíam pelas ruas, no dia 31 de Outubro para relembrar o evento. Alguns vestiam-se de bruxas ou assombração para homenagear a família Samhain. Outros defendiam que Jack Hall foi injustiçado e colocavam em suas janelas cabeças esculpidas em argila. Muitas vezes uma vela era posta do lado ou no interior da cabeça com a função de velar pela alma de quem seria a verdadeira vítima, na opinião destes.

Obviamente, essas esculturam eram destruídas pelos manifestantes. Então, os partidários de Jack passaram a utilizar materias mais baratos. A abóbora, além de barata, tinha cor semelhante à argila alaranjada que era usada antes. Essas cabeças ficaram conhecida até hoje como Jack O’Lantern.
Com o tempo esse episódio ficou conhecido como Dia das Bruxas, ou popularmente, “HALLWIN” (reparem que o correto seria Hall Wins, mas as pessoas mantinham o erro de gramática original). Daí para Halloween, ao longo das décadas, foi um pulo.

Postado por Tags: , , , , , , , Categorias: Contos & Crônicas, Curiosidades, Variedades
403

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

2 Comentários

  1. Freddy Kruger disse:

    So bull shit!

    • Bom saber que alguém ainda faz leitura crítica.

      De fato, Freddy, esse é o único post do blog inteiro que foi completamente inventado com a intenção de (1) brincar e (2)alertar os internautas para não acreditarem em tudo que leem, por mais que links, fotos e fatos pareçam convincentes.

      Infelizmente, mesmo admitindo nesse comentário que toda a informação acima é uma brincadeira, aposto que muita gente ainda será capaz de aceitar o texto como real.

Deixe uma resposta