A AÇÃO DISPAROU! ISSO É BOM OU RUIM?

ImageShack

Ações se valorizando é festa: Todo mundo mais rico da noite pro dia! Bem, não é bem assim. O ganho de uma pessoa corresponde à perda de outra. Vejamos o que aconteceu com o fenômeno do momento: Petrobrás.

ImageShack

As ações da Petrobrás PN subiram 14,16% na quinta-feira, 08/11, indo de R$ 71,00 para R$ 78,02, enquanto as da Petrobrás ON foram de R$ 82,57 para R$ 91,08, representando um ganho de 14,45%. É uma valorização fantástica, rara até mesmo no volátil mercado de renda variável. ImageShack

Para entender melhor, digamos que quem tinha 1.000 ações da Petrobrás PN teve seu patrimônio catapultado de R$ 71.000,00 para R$ 78.020,00 em um único dia! Imagine, em termos brutos, quanto não ganhou quem tinha 10.000 ou 30.000 ações. A pessoa pode ter ganho “de presente” um belo carro ou até mesmo um apartamento novo!

Ok, é fácil ver como alguém pode ganhar muito dinheiro com o aumento do preço da ação. Mas como alguém pode perder? É aí que entra uma breve explicação sobre “Opções de Compra“. Existem diversas situações, estratégias e motivações, mas vamos nos ater a um caso simples: “venda de opções a descoberto”. E em vez de muita teoria, irei explicar através de um exemplo prático.

MERCADO DE OPÇÕES

 

No dia 15/10, a ação de Petrobrás PN (PETR4) estava cotada em R$ 66,72. Digamos que Fulano de Tal acredite que esta ação irá cair para 60 reais, enquanto seu irmão, Beltrano de Tal, acha que ela vai subir para 68 reais.

O Fulano então lança opções de compra, vendendo-as para seu irmão. Ao lançar as opções (ou “vendê-las”), o Sr. Fulano de Tal recebe imediatamente um dinheiro por isso, o chamado prêmio. No caso, o prêmio foi de R$ 5,00 por ação.

ImageShackFulano fica vendido em 1.000 opções de PETRK62, se comprometendo a vender, no mês de novembro, Petrobrás PN por R$ 62,00 para Beltrano. Como ele pensa que a ação vai estar R$ 60,00, então seu irmão não iria querer exercer a opção, ou seja, não iria comprar PETR4 mais caro na mão do irmão do que o preço praticado no mercado. Tendo embolsado o dinheiro do prêmio da opção vendida em 15 de outubro, Fulano iria feliz para casa.

 

Já o Beltrano comprou as opções de seu irmão pois acha que o papel à vista estará custando 68 reais. Assim, teria a chance de adquiri-lo por meros 62 reais (mais os R$ 5,00 que pagou em 15/10), venderia no mercado e embolsaria a diferença, feliz da vida.

 

Claro que os dois não podem sair felizes. Um deles está errado. Se Fulano estiver enganado, e a ação subir, ele terá que comprar PETR4 no mercado para entregar para o seu irmão a preço de banana. Se Beltrano estiver errado, ele torrou o preço pago pelo prêmio das opções à toa: Não vale a pena exercer a opção e ela vira pó.

O que nenhum deles esperava era a supervalorização de quinta-feira. Beltrano está pulando de alegria, vai poder comprar PETR4, que está cotada a R$ 78,02 por ridículos R$ 62,00 !! Já o pobre fulano vai ter que gastar R$ 78.020,00 para comprar 1.000 ações de Petrobrás e entregar ao seu irmão por R$ 62.000,00. Desconte os R$ 5.000,00 do prêmio, e o prejuízo dele foi de R$ 11.020,00.

No Infomoney você pode ler um pouco mais sobre o que aconteceu neste dia.

SORRIA, PODIA SER PIORImageShack

Tenho pena mesmo é o do outro irmão, Sicrano, que estava vendido em 30.000 opções de PETRK50. Vai ter que vender 30.000 ações de Petrobrás ao preço de 50 reais cada, amargando um prejuízo, fora o prêmio da opção, de R$ 840,600,00 !!

MORAL DA HISTÓRIA

 

Portanto, se você um dia entrar no mercado de opções, faça apenas operação coberta, ou seja, se estiver vendido em 1.000 opções, adquira imediatamente o papel à vista também. Você precisa ter o dinheiro para comprar a ação na hora, e o seu ganho será apenas o prêmio recebido pela opção, mas você não correrá o mesmo risco de Fulano e Sicrano.

Na operação coberta, se o papel subir, você entrega tranqüilo, uma vez que já o possuía em carteira. E se o papel cair, a opção não será exercida, você ganha o prêmio e ainda continua com o papel à vista encarteirado!

ImageShack

Postado por Tags: , , Categorias: Economia & Política, Editorial
434

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

Deixe uma resposta