Armas não-letais são de grande interesse para o setor de segurança, especialmente na área policial, no controle de multidões, mas este novo sistema parece servir não só para dispersar multidões mas também para afastar invasores, funcionando como uma verdadeira barreira sônica.

O sistema chamado Inferno é uma espécie de alarme (ou sirene) que utiliza quatro frequências simultâneas entre 2 e 5Khz com uma potência de cerca de 123dB que ao entrarem em contato com o alvo (pessoa ou animal) provocam sintomas agudos de desorientação, tontura, náuseas e dores no peito, forçando o invasor a fugir da área protegida. Se não fugir e continuar exposto ao som, pode até mesmo vomitar e cair. Apesar disto não há relato de efeitos prolongados após a exposição.

O segredo não está na potência sonora que é semelhante a qualquer alarme comum mas sim na combinação das frequências simultâneas que segundo aqueles que testaram produz uma sensação de dor e desconforto indescritíveis, impossibilitando qualquer tipo de reação, exceto fugir.

O sistema está sendo vendido para instalação contra invasões de lojas, depósitos, instalações de segurança. Como pode até mesmo ser instalado em veículos, acredito que isto vai ser usado mesmo é por forças policiais para dispersar multidões em protestos, motins, revoltas e assemelhados.

Disponibilidade

Apesar do preço típico ter sido declarado em torno de 1.800 dólares o Inferno não está sendo comercializado para instalação em residências.

Fontes: GIZMODO, Wired

Postado por Tags: , , , , , , , , Categorias: Ciência & Tecnologia
641

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

Deixe uma resposta