Hoje vou fazer um post bem subjetivo, tentando prever o que cada equipe deve estar esperando para a temporada, acredito que a maioria deve discordar do que acho, postem seus comentários.

Vou tentar fazer uma divisão de forças no que acredito que será o grid das corridas deste ano, começando por quem deve disputar o título, depois quem vai brigar por pódios, aí vem a turma do meio e por fim, o pessoal do fundão.

Brigando pelo título

Ferrari e McLaren, acredito que são as únicas equipes com condições de brigar pelo campeonato desta temporada, claro que surpresas acontecem, mas na F1 atual isto é uma raridade.

Ferrari: Na minha opinião a franca favorita, tem uma equipe bem estruturada, condições técnicas e talento pessoal de ambos os pilotos. É a atual campeã de construtores e pilotos e pelo que apresentou na pré temporada se adaptou muito bem à nova central eletrônica do motor e à falta do controle de tração. Vantagem: Kimi

McLaren: Coloco ela um pouco abaixo da Ferrari na disputa, apesar de ser uma ótima equipe, no ano passado apresentou grande atrito interno além do escândalo de espionagem e aquela multa de 100 milhões de dólares, o que não é pouca coisa nem mesmo nos orçamentos da F1. Está com problemas mas tem ótima equipe técnica, ótimos pilotos e pode se superar com certeza, além disso a nova Central Eletrônica de Controle é fabricada por ela, mesmo com negativas constantes não tem como não desconfiar que a equipe sabe um pouco mais sobre a Central do que as outras. Vantagem: Hamilton.

Franco atiradores

Esta é a turma que vai atrapalhar e eventualmente definir o título em favor de Ferrari ou McLaren já que deve tirar pontos importantes delas de vez em quando.

BMW: Mostrou que já não é mais uma azarona, já tem cacife para bancar uma briga com os grandes em várias corridas, ainda não vai pra ponta mas vai beliscar vários pódios e até alguma vitória. Vantagem: Kubica.

Renault: Ainda se reerguendo e tentando relembrar os tempos de glória recente, trouxe o Alonso de volta e isto é importante, todos lá conhecem ele e vice-versa, isso ajuda muito o trabalho em grupo. Para evitar atritos internos colocaram o Piquet estreante para ser o aprendiz, e lá ele é segundo piloto mesmo, nada de disputar com o Alonso, não tenham ilusões quanto a isto. Vantagem: Alonso.

Williams: Apesar da crise financeira a equipe demonstrou talento excepcional para tirar leite de pedra e deu um banho na Toyota no ano passado deixando a fornecedora de motores em péssima situação, especialmente por esta ter o maior orçamento da categoria. Tem dois pilotos jovens e rápidos, a consistência pode ser um problema. Vantagem: Rosberg.

Embolados no meio

Aqui está aquele pessoal que fica feliz em marcar pontos e só aparece no pódio mesmo em caso de múltiplos acidentes entre as equipes principais ou condições excepcionais como corrida sob dilúvio.

Red Bull: Terá o segundo carro projetado completamente pelo Adrian Newey, já tendo maturado o projeto de 2007 que foi de relativo sucesso, considerando as restrições técnico-orçamentárias da equipe. Os pilotos são limitados, isto é um problema,mas Coulthard é muito experiente e consistente nas corridas. O Webber precisa aprender a correr embora sempre consiga ótimas classificações de largada. Vantagem: Coulthard.

Toyota: O maior orçamento da F1, algo em torno de 400 a 500 milhões de dólares gastos em 2007 e este foi o seu pior ano, é uma equipe muito inconsistente, não tem filosofia de trabalho e pilotos medianos, só tem chance de pontuar se o orçamento for bem aplicado, neste caso, vai incomodar o segundo pelotão. Vantagem: Trulli.

Toro Rosso: Pode parecer surpresa, mas levo mais fé na Toro Rosso do que na Red Bull, não só pelos pilotos mas pela demonstrada capacidade de fazer muito com pouco e claro, pelo motor Ferrari. Seus dois pilotos são muito talentosos e certamente vão aparecer em destaque, arrisco até a dizer que vai ser comum estarem entre os 10 primeiros. Lembrem que esta equipe era a Minardi até pouco tempo atrás. Vantagem: Vettel.

A turma do fundão

Aqui é o povo do desespero, o fim da fila, a xepa da feira, a guimba do cigarro, a cerveja no fundo da lata enfim, o resto. Se conseguirem marcar ponto já é como um campeonato ganho.

Honda: Apesar dos constantes investimentos, a total falta de capacidade técnica não consegue produzir carros minimamente guiáveis, mesmo com pilotos experientes e de talento reconhecidos não conseguem transformar o investimento e resultados. Este ano contrataram o Ross Brawn para tentar organizar o time, para 2009 pode ser que este trabalho seja visível mas para 2008, acho que o ano já foi perdido. Vantagem: Button.

Super Aguri: Conseguiu um patrocinador aos 48 do segundo tempo e vai participar da temporada, pelo menos enquanto o dinheiro não acabar novamente. Por incrível que pareça mesmo nesta penúria, conseguem andar junto ou na frente da Honda de quem é a equipe “B” e recebe suporte técnico. Sem expectativas maiores do que acompanhar a Honda e chegar ao fim das corridas. Vantagem: Sato.

Force India: Esta é a candidata natural a saco-de-pancada generalizado da categoria, vai aparecer muito tempo na TV porque vai estar tomando volta de todo mundo a corrida inteira. Sue objetivo é não largar nas duas últimas posições em algumas corridas e tentar completar a maioria delas com um carro pelo menos. Tem um trunfo para andar na frente de Honda e Super Aguri, o motor Ferrari, mas só motor não adianta, os pilotos são sofríveis e o chassis é um tronco com rodas. Vantagem: Fisichella.

À seguir

Amanhã vou falar um pouco sobre as mudanças no regulamento para a temporada 2008, até lá.

Fonte: Eu mesmo

Postado por Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , Categorias: Esporte
714

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

Ninguém comentou ainda, seja o primeiro.

  1. Até comentei com uns amigos que vou dar muita risada deste post no final da temporada, está aí como registro das minhas habilidade premonitórias (ui). Escrevi isto antes do primeiro treino da primeira corrida da temporada, baseado só nos testes de inverno. O que se desenhou nas primeiras duas corridas é algo muito parecido com o que ocorreu no ano passado só que com um molho a mais, os acidentes e quebras. Vamos ver quantos artistas vão entrar no palco desta vez, estou apostando que não só de Ferrari e McLaren falaremos no segundo semestre.

  2. Roberto disse:

    Oie, boas discordo contigo acho que a McLaren é a favorita embora a ferrari fique só um pouco atras, tem um excelente piloto que no ano passado deu cartas Lewis Hamilton

Deixe uma resposta