Simulações mostram que o sistema solar mais próximo do nosso tem grandes chances de conter um planeta semelhante à Terra e com condições de habitabilidade.

Se algum dia desenvolvermos a capacidade de viajar a outros sistemas estelares, é muito provável que o primeiro sistema a ser visitado será sistema triplo de Alfa Centauri. Localizado a cerca de 4,2 anos-luz da Terra é o sistema estelar mais próximo de nosso sistema solar.

escalaO sistema Alfa Centauri é composto de 3 estrelas, sendo as duas principais de tamanho semelhante ao nosso sol e orbitando uma ao redor da outra e a terceira é uma pequena estrela anã que orbita as duas primeiras a uma grande distância de quase 1/4 de ano-luz delas.

A estrela “A” do sistema é quase uma irmã gêmea de nosso sol e é ao redor dela que parece ser mais provável a existência de um planeta semelhante à Terra.

Cientistas da Universidade da Califórnia em Santa Cruz realizaram simulações correspondentes a 200 milhões de anos de vida das estrelas e aplicando parâmetros de todos os modelos de formação de planetas conhecidos. Em todas as simulações surgiram vários planetas orbitando as estrelas principais com pelo menos um deles sendo do tamanho da Terra, em grande parte das vezes um destes planetas estava dentro da zona habitável na órbita de sua estrela.

Os cientistas afirmam que devido às condições favoráveis de proximidade e brilho das estrelas é possível a observação destes planetas, caso eles existam, para isto seria necessário o uso de um telescópio dedicado ao estudo durante cerca de 5 anos.

alfa

Acima as estrelas “A” (alaranjada) e “B” (azulada) do sistema Alfa Centauri e ao centro o Cruzeiro do Sul.

Esta é uma notícia simplesmente espetacular já que este é o nosso vizinho mais próximo e seria excelente ter um planeta habitável em uma área destas, acredito que se for comprovado, os estudos para desenvolvimento de tecnologia de viagens inter-estelares serão acelerados. Nem seria necessária uma tecnologia mágica de ficção para realizar uma viagem destas no tempo de vida de um ser humano, não precisaria quebrar nenhuma lei da física para tanto.

Uma sonda automática poderia ser enviada para lá e chegar talvez em poucas décadas e então enviar dados sobre os planetas do sistema de volta à Terra, nada que seja realmente impossível hoje em dia. Imaginem em uns 25 ou 50 anos. Esta notícia também é particularmente interessante aos fãs de Jornada nas Estrelas, a série original.

Fontes: ScienceDaily, eSky, Daily Mail, Laro’s Home Page

Postado por Tags: , , , , , , , , Categorias: Arte & Cultura, Ciência & Tecnologia
718

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

6 Comentários

  1. jayme disse:

    tanto é que eu sou do planeta Magnus, terceiro partindo de nosso sol chamado de Alpha centauri pelos humanus daquí

  2. Realmente a missao ao planeta marte que esta logo ali já é possivel ser atingido com naves semelhantes ao Aplollo 11, mas ate alfa centauro são cerca de 4,25 anos luz ! e considerando uma nave atual a 100.000 Km por hora ( ou 27,7 Km por segundo ) demoraria para chegar la pouco mais de 45mil anos !, nenhum ser humano vive esse tempo, a nao ser que fosse congelado ( permanecer em hibernação ) e acordar daqui a pouco mais de 45 mil anos e ter o privilegio de contemplar o complexo de alfacentauro de perto ( igual que na ficção de Perdidos no Espaço, mas isso se nao fossem as trapalhadas do DR Smitt )
    Rogelio de Mairiporã ( urograndisrrd1@gmail.com http://www.aplhacentauro.com.br )

  3. As duas estrêlas que ficam logo abixo do Cruzeiro do Sul (as mais brilhantes), são chamadas de guardiães da cruz.

    São estas as Alfa-Centauri não é verdade.

  4. Sandro Malta Moran disse:

    Well, let’s wait for the next researches, but I think, by my knowledge about this theme, that is really possible that there is a planetary system orbiting the Alpha Centauri system. I hope we have enough technology to reach this planets as soon as we can, and to live to witness it.

  5. Muito bem lembrado. Aliás, por ser o sistema mais próximo ele é visita constante da Ficção Científica. Obrigado pela visita.

  6. Roberto Hache disse:

    “Esta notícia também é particularmente interessante aos fãs de Jornada nas Estrelas, a série original.”

    Muito interessante o post, contudom, se você me permite, para os fãs da série Perdidos no Espaço também! Afinal, no primeiro episódio é dito que um planeta capaz de suportar vida humana é detectado na órbita de Alfa Centauri. Assim, a nave Jupiter 2, tripulada pela família Robinson, é lançada na direção da estrela, mas por causa de uma sabotagem do Dr. Smith… bom, durante toda a série os Robinsons tentam chegar lá, mas…

Deixe uma resposta