Ontem dia 19 de março de 2008 foi registrada a maior explosão que se tem conhecimento em toda a história da humanidade, uma Erupção de Raios Gama descomunal.

Este é um fenômeno relativamente comum em nosso universo, são registrados 2 por dia em média. Acredita-se que a principal causa é o colápso de estrelas super-massivas que giram rapidamente e que ao fim de suas vidas emitem quantidades fenomenais de energia em forma de raios gama, antes de darem origem a um buraco-negro. Outra possível explicação é o choque de dois buracos-negros que giram em um sistema binário. Só por estas frases já se pode ter uma idéia da violência deste fenômeno.

GRBA Erupção de Raios Gama (ERG) é tido como o evento mais energético e violento possível de ocorrer no universo, só sendo suplantado pelo próprio big bang (ao lado uma reprodução artística de uma ERG). Todas as ocorrências registradas são de regiões muito distantes, fora de nossa galáxia e normalmente a bilhões de anos-luz. Devido a esta distância, o fenômeno sempre é registrado através de telescópios poderosos, em terra ou em órbita.

Bom, ontem foi registrado o maior acontecimento de todos os tempos que se tem registro, uma ERG tão forte que poderia ser vista a olho nu na superfície da terra. Caso alguém estivesse olhando para aquele exato ponto do céu no momento da explosão da estrela seria possível ver um ponto brilhante surgir e crescer por cerca de 40 a 60 segundos e então sumir.

Pelo que pude apurar houve surpresa geral na comunidade científica quando determinaram que a estrela que explodiu estava a cerca de 7,5 bilhões de anos-luz de distância, isto é metade do caminho até a borda do universo conhecido, mesmo assim foi visivel a olho nu. Para se ter uma idéia, o objeto mais distante que pode ser visto sem auxílio de equipamentos é a galáxia de Andrômeda a apenas 2,5 milhões de anos-luz. É impressionante que uma estrela tenha gerado energia suficiente para ser vista a 3000 vezes esta distância e com mais brilho.

Referenciando o que está no site Bad Astronomy:

Tomemos como referência uma bomba nuclear de 1 megaton, isto é 50 vezes a potência da bomba de Hiroshima.

O sol emite a cada segundo de cada dia 100 bilhões de vezes esta energia. Isto a cada segundo de toda a sua existência de 10 bilhões de anos.

Uma ERG em seus poucos segundos de vida emite mais energia do que uma estrela como o sol produzirá em toda a sua vida.

Por alguns segundos esta única estrela foi um milhão de vezes mais brilhante do que nossa Via Láctea ou 2,5 milhões de vezes mais poderoso do que a maior supernova já registrada.

Eu não sei como colocar aqui em palavras, a grandeza deste evento, isto me foge à compreensão de mero humano mortal. Uma explosão destas deve abrir um buraco, um rasgo no espaço-tempo.

As referências são muitas, vou listar as principais abaixo, inclusive com um diretório de telescópios e radio-telescópios que observaram o dacaimento da explosão, 3 deles estavam focalizando o local correto durante a epxlosão. Ainda não achei fotos mas elas devem aparecer logo.

Fontes: Bad Astronomy Blog, AlphaGalileo, GRBlog, NewsScientisSpace, Canspice.org

Postado por Tags: , , , , , , , Categorias: Arte & Cultura, Ciência & Tecnologia
744

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

8 Comentários

  1. Manuel Marques disse:

    Amigos

    Nessa data, a explosão aconteceu próximo do limite do universo?

    Gostaria de saber qual é a velocidade de expansão do universo.

    Um abraço a todos

    Marques

  2. PAULO disse:

    Impressionante esta explosão.Ainda bem que bem longe, acho que se fosse proximo a nossa galáxia e os raios gama estivessem apontando para a terra certamente teria nos exterminado…show de bola.O nosso universo é realmente infinito.

  3. A explosão aconteceu tem uns 7,5 bilhões de anos. Todas estas ERG são eventos muito antigos, de bilhões de anos atrás. Imagem tem aquela ali do link que o augusto passou, não parece muita coisa mas é algo.

  4. vailson disse:

    então a quanto tempo atraz ocorreu essa explosão? Pois a luz viajaria 7,5 bilhões de anos, pra gente poder observar.

  5. VAILSON disse:

    E ai já tem fotos do GBR080319B: A maior explosão já registrada no universo?

  6. Muito obrigado pelo link.

Deixe uma resposta