Foi-se o tempo em que corrida de F1 era coisa de pilotos e mecânicos. Hoje os supercomputadores são tão importantes quanto o motor dos carros, veja o que as equipes têm.

No começo os computadores eram usados para desenhar os carros, depois passaram a analisar dados coletados de diversos sensores (dezenas), chegou a um ponto onde eles praticamente controlavam o carro inteiro, o piloto só precisava virar o volante e frear, todo o resto era feito pelo computador, até acelerar e trocar as marchas. Isto foi banido nos últimos anos e hoje nem tem mais controle de tração e suspensão ativa.

Mas os computadores foram ganhando outras atribuições fora das pistas, desde muito tempo eles são parte das ferramentas de projeto e desenho de cada peça dos carros e hoje chegam a substituir até os caríssimos túneis-de-vento usados nas pesquisas de aerodinâmica.

simbbluegenel Hoje em dia a maior parte da aderência e estabilidade do carro depende da aerodinâmica. A coisa chegou a tal ponto, com tantos apêndices espalhados pelo carro direcionando ou defletindo o ar, que a FIA resolveu banir ou limitar a maioria deles para 2009, falarei mais sobre isto amanhã. (na foto ao lado está o Albert, como é conhecido o computador da BMW Sauber)

O fato é que para simular o fluxo de ar ao redor do carro ou dentro da câmara de combustão dos cilindros, é preciso um poder de processamento gigantesco. Por isto quase todas as equipes tem hoje supercomputadores à sua disposição. Isto é algo novo, de uns 5 ou 6 anos apenas e lembro que uma das primeiras a investir pesado na área foi a BMW Sauber, quando ainda era apenas Sauber, nota-se hoje os frutos deste trabalho. Veja à seguir o que cada equipe tem.

As “Máquinas” de cada uma

Renault: está inaugurando o mais novo centro de supercomputação da F1 ao receber seu novo equipamento com 1024 processadores AMD Opteron quad core (total de 4096 núcleos).

Ferrari: também usa processadores AMD, já que ela tem o patrocínio da empresa há vários anos e está atualizado seu equipamento de mais de 1000 processadores para o Opteron quad core.

BMW Sauber: tem um sistema com 512 processadores Intel Xeon quad core (2048 núcleos).

McLaren: usa 512 processadores Intel Itanium 2 (1024 núcleos).

Red Bull: também tem estrutura AMD com 512 processadores que estão sendo atualizados para o Opteron quad core (2048 núcleos no total). A infra-estrutura também é utilizada pela Toro Rosso.

Toyota: é outra a usar o antigo Intel Itanium 2, ela tem 320 destes no sistema (total de 640 núcleos)

Williams: usa processadores Intel Xeon dual core, são 332 deles (664 núcleos).

Honda: não especificou a quantidade de processadores, mas usa o Intel Xeon quad core. A infra-estrutura também é utilizada pela Super Aguri (enquanto ainda existir).

Force India: usa um sistema alugado e não divulgou especificação.

Para 2009

Tanto AMD quanto Intel pretendem lançar no final deste ano ou começo de 2009, novos processadores de 8 núcleos compatíveis com os atuais sockets, então é bem possível que os sistemas dobrem de capacidade em breve.

Algo a ser destacado na área de simulação de fluxo dinâmico é que os cálculos são do tipo vetorial, em grande volume e altamente paralelizáveis, por isso pode ser interessante a entrada no mercado de novas arquiteturas, especialmente a dos grandes produtores de chips gráficos como nVidia e ATI (que é da AMD).

Estes processadores são muito mais otimizados para este tipo de processamento. Para ter uma idéia, o novo processador gráfico da ATI tem 480 processadores vetoriais.

Fonte: TG Daily

Postado por Tags: , , , , , , , , Categorias: Arte & Cultura, Ciência & Tecnologia, Curiosidades, Esporte
810

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

6 Comentários

  1. […] e simulando vários aprimoramentos, especialmente na parte aerodinâmica, para isto usam aqueles supercomputadores sobre os quais escrevi […]

  2. Guilherme disse:

    77% dos supercomputadores são linux em segundo lugar vem os que usam Unix.

  3. […] Fórmula 1 2008: Os Super Computadores das Equipes | NewsErrado […]

  4. Não sei dizer não, mas apostaria em algum tipo de Unix.

  5. Dourado disse:

    Vc sabe quais os Sistemas Operacionais?

    • Michele disse:

      Ao longo de mais de 40 anos, sistemas operacionais têm sido
      desenvolvidos com o propósito de tornar a utilização do computador mais
      eficiente e mais conveniente. Para isso, um enorme número de conceitos,
      abstrações, mecanismos e algoritmos foram criados e aprimorados. Este artigo
      é um tutorial a respeito das técnicas fundamentais empregadas nos sistemas
      operacionais contemporâneos. Também são discutidos aqui os sistemas
      operacionais distribuídos e de tempo real.

Deixe uma resposta