Uma diferença básica entre homens e mulheres é que elas parecem ter sido criadas para um Principe Encantado. O feminismo apenas fez com que algumas corram atrás do seu Principe, em vez de esperá-lo.

Tanto as românticas como as moderninhas ainda parecem valorizar muito mais “ter alguém” do que “ter a pessoa certa”. Por “pessoa certa” não quero dizer o cara perfeito, coisa que não existe (embora muitas pessoas, homens e mulheres, procurem essa perfeição impossível e por isso são eternos insatisfeitos). Quero dizer, então, a pessoa certa para você.

Talvez essa valorização equivocada explique porque é tão comum as mulheres escolherem um homem errado. A pressão para que não fiquem sozinhas deve ser tão grande que elas preferem estar mal acompanhadas do que sós. Deletam os defeitos graves e uma óbvia incompatibilidade e supervalorizam qualidades, para que aquele homem seja a pessoa que não a deixará “ficar pra titia”.

Peraí, mas ninguém quer viver sozinho pra sempre. Todo mundo anseia por uma companhia, alguém que lhe faça bem e com quem possa compartilhar suas alegrias. Isso não é privilégio das mulheres apenas. Ora, nós homens não temos essa ansiedade (temos outras extremamente mais ridículas, é verdade) e não vivemos sozinhos pra sempre. Como explicar?

Exatamente porque o homem não fica pensando nisso o tempo todo! Não dedica sua vida a isso, não se apressa, não se cobra.

O fundamental não é uma pessoa pra ele não ficar sozinho, mas sim a pessoa que realmente lhe complementa, que será a sua companheira. Essa mulher será a quem este homem se entregará, protegendo-a e dependendo dela ao mesmo tempo.

Claro que isso é difícil de encontrar. Às vezes pensamos que finalmente achamos essa pessoa feita pra nós e nos enganamos, ou então ela está fora de alcance (até porque o que é inatingível sempre parece ser melhor). Às vezes achamos que jamais encontraremos ou seremos encontrados. Mas com certeza iremos achar nossa alma gêmea. Sem pressa.

Nada que seja realmente bom é conseguido rapidamente. Nada.

O tempo, moça sem namorado no dia 12/06, é seu aliado e não inimigo. Você não está em uma corrida, está vivendo. Fique feliz que você não está com um cafajeste, um insensível ou um banana. Aquele cara legal vai aparecer na hora certa, independente da data do calendário. E aí você vai ser mais feliz do que esses casalzinhos ansiosos que juntam hoje, separam amanhã, juntam com outros depois de amanhã, num corrida atrás do próprio rabo.

E se nada do que eu disse te convenceu… você aceitaria um bombom?

Postado por Tags: , , , , Categorias: Curiosidades, Editorial
921

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

Ninguém comentou ainda, seja o primeiro.

  1. Obrigado!
    Eu iria escrever algo bem diferente, mas na hora veio a minha mente algumas amigas que estão em uma situação dessas. Tenho conversado com elas e embora elas não se conheçam, sejam de estados brasileiros diferentes, o pensamento e a ansiedade eram exatamente os mesmos.

  2. Maysa disse:

    Conheco uma amiga que desejava tanto, mas tanto casar, que fez um péssimo negócio. Pediu mas não escolheu. Ganhou…

    Ótimo post

    Maysa
    http://www.maysadecastro.com.br/blog

Deixe uma resposta