Se você não está satisfeito com o minguado número de medalhas olímpicas conquistadas pelo Brasil e não quer nem ouvir falar na hipótese dos jogos de 2016 serem aqui, saiba que você está errado. Existe um motivo para esses resultados pífios.

Nós estamos apanhando porque a maioria dos esportes não são praticados ou sequer conhecidos por aqui: Baseball, Badminton, Luta Greco-Romana… Isso é muito injusto. Na hipótese de sediarmos as Olimpíadas, teríamos que fazer pressão para mudar essa lista de esportes tradicionais.

Deveríamos incluir algumas modalidades que garantiriam o ouro certo para nosso país. Veja alguns exemplos abaixo (se você lembrar de mais, diz aí, pode contribuir).

Poderíamos simplesmente trocar algumas modalidades, tirando Badminton e colocando Frescobol, por exemplo. E em vez de luta de esgrima, luta de estiletes e de peixeira, pois são bem mais baratos que sabres e floretes. Mas o pódio viria mesmo nas competições abaixo:

# Jiu-Jitsu. Que judô, luta livre ou taekwondo que nada! Coloca logo o Jiu-Jitsu que a gente arrasa. Literalmente. Com os adversários, com os juízes, com o público e com quem ousar negar um ouro à nossa equipe formada exclusivamente por Pitboys campeões de Vale-Tudo.

# Tiro. Sim, eu sei que já existe disputa de tiro, mas com aquelas arminhas afrescalhadas de mulherzinha. Temos que incluir Tiro com AR-15: Helicópteros sobrevoariam a área da competição e o atleta deverá derrubá-lo antes que seja abatido pelo oficial do BOPE a bordo da aeronave.

# 200 Metros Com Bandalha. O competidor entraria em um automóvel e teria que percorrer 200 metros cometendo o maior número possível de infrações de trânsito, como furar sinal vermelho, subir na calçada, etc. Os competidores receberiam multas e pontos na carteira de motorista, mas não precisariam pagar nada pois alguma lei contra a “máfia das multas” iria anistiar a todos em pouco tempo. Mas cuidado com o doping, pois com a nova Lei Seca não serão mais aceitos atletas alcoolizados.

# Arremesso de Bunda: a atleta deve empinar a bunda o máximo que conseguir enquanto reliza diferentes coreografias acrobáticas, como o Duplo Créu Carpado.

# Corrupção Sincronizada. Uma equipe formada por políticos experientes recebe uma verba pública e tem 3 dias para apresentar um projeto, aprovar e executar. O que gastar mais e fizer menos, ganha o ouro. A equipe perde pontos cada vez que um dos integrantes for citado em uma CPI ou em reportagem da Globo. Ganha pontos se conseguir subornar os árbitros, os rivais e os jornalistas.

# Ginástica Urbana. Mais completa que a ginástica artística e mais exigente que a ginástica olímpica. Essa modalidade inclui os “aparelhos”:
travessia de calçada: passando por obstáculos como buracos, lixo, carros estacionados ilegalmente, aparelhos de ar condicionado gotejando e mendigos pedindo esmola.

ônibus circular: o atleta sobe em um coletivo lotado e deve prosseguir de pé até a linha de chegada. Contam pontos conseguir que o ônibus pare pro atleta subir, conseguir que o ônibus pare pra ele descer, não cair durante as freadas, não perder a concentração com as encoxadas e as mochiladas, entre outras dificuldades.
assalto sobre banco: o competidor deve sacar uma grande quantia no caixa do banco e entregar aos juízes da prova em menos tempo, evitando ser assaltado no caminho. O tempo perdido na porta giratória e na fila bancária pode desclassificar os atletas amadores.

Se nada disso resolver, ainda temos essa solução, tipicamente brasileira:

Postado por Tags: , , , , Categorias: Curiosidades, Esporte, Humor
1414

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

4 Comentários

  1. […] Agora roubando palavras de outro blog News Errado: […]

  2. Cidral disse:

    esse vídeo explica bem a nossa frustração

  3. Carol K. disse:

    Com essas novas modalidades a gente vai ultrapassar a China no quadro de medalhas e deixar de ser o BRONZIL-ZIL-ZIL….
    😛

  4. Degas disse:

    Maravilhoso Post!

Deixe uma resposta