O LHC pode ser um risco real às vidas de algumas pessoas.

Dentro de poucos dias será acionado, pra valer, o maior experimento já criado pela humanidade, o acelerador de partículas mundialmente conhecido como LHC (Large Hadron Collider), um anel de 27 Km de circunferência nas proximidades de Genebra, na fronteira entre Suíça e França.

LHC

Muita gente acha que a enorme energia produzida nas colisões de prótons e íons de chumbo que ocorrerão no LHC podem produzir catástrofes incontroláveis que levarão ao fim do mundo, de várias maneiras possíveis.

Entre elas um buraco-negro que poderia engolir o planeta ou então a criação de partículas exóticas (strangelets) que converteriam toda a matéria da Terra em matéria-estranha, nos aniquilando no processo.

O fato é que pessoas assustadas e com medo do desconhecido costumam ter atitudes irracionais e até extremas. Nas últimas semanas, cientístas do CERN (onde está o LHC) têm recebido telefonemas e emails com ameaças, inclusive às suas vidas, caso não desistam de ligar o equipamento.

Entre as mensagens enviadas estão pedidos angustiados como “Por favor, diga que meus filhos estarão seguros” ou algo mais agressivo no estilo “Vocês são maus e perigosos e irão destruir o mundo”.

James Gillies, chefe de relações públicas do CERN diz:

“Estou um pouco bravo e aborrecido não pelo fato que estarem nos contactando mas por acreditarem nestas bobagens. Estamos trabalhando para enriquecer a humanidade e não para destruí-la”

Existem inclusive tentativas legais de impedir o funcionamento do LHC. Desde 1994 quando a construção do projeto foi iniciada existem grupos que tentam difundir o medo sobre o possível fim-dos-tempos quando o acelerador for acionado.

Foi até criado um grupo de estudos dentro do CERN para garantir a segurança sobre o experimento e a conclusão é de que não há risco algum de que algo catastrófico venha a acontecer, até porque colisões de alta energia ocorrem o tempo todo na nossa atmosfera quando raios cósmicos entram em contato com o ar e, até hoje não há notícia de que fomos sugados por um buraco-negro …

Opa, será que já estamos dentro de um buraco-negro e não sabemos? Agora fiquei com medo.

Fonte: Telegraph

Postado por Tags: , , , , , Categorias: Arte & Cultura, Ciência & Tecnologia, Variedades
1576

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

Ninguém comentou ainda, seja o primeiro.

  1. luan disse:

    pois e galera . . . .
    a forma irracional de alguns pensarem tentando de alguma forma impedirem o avanço tecnológico da humanidade .
    APOIADíSSIMO O EXPERIMENTO PARA A EVOLUÇÃO DA HUMANIDADE

  2. Respondendo ao pessoal aí do alto, se o tal buraco negro for engolir a Terra, tanto faz se eu morar em Genebra ou em Santa Irriqueta do Jocorucunga (Massachussets-Alasca), tudo seria consumido mesmo.

    Mas eu adoraria presenciar o momento da ativação, nem que isto fosse apenas um botão vermelho e enorme sendo pressionado.

  3. Edu disse:

    Eu acho que eles vão abrir um portal para outra dimensão de onde vão chegar diversos demônios, e são eles é que vão destruir a Terra:

    OBS:Acho que joguei Doom demais XD

  4. Gabriel Koyro disse:

    Que maneeeeeeiro,
    eu sempre quis morrer num buraco negro, mas como isso n vai acontecer, tenho q ficar torcendo pra dar certo, porque sou fa dessas coisas cientificas e tal
    seria muito maneiro obter um monte de respostas pra um monte de perguntas que intrigam todo mundo

  5. Luiz disse:

    Resposta pro Ecatombe:
    Se fosse ligado um acelerador de particulas do lado da minha casa eu ia correndo pedir pra assistir.
    Alias, existe o Sincrotron, que é um acelerador de particulas em Campinas e ele fica ha 10 minutos da minha casa.

  6. -Ecatombe- disse:

    vcs falam isso por q nao moram la em Genebra… o q vcs me diriam se seu vizinho da direita construisse um acelerador de partículas no quintal e resolvesse ligado ???

  7. André disse:

    Realmente, o maior buraco negro está dentro da cabeça dessas pessoas que ameaçam os cientistas….

  8. Bethania disse:

    Perfeito Lucho!

  9. Lucho disse:

    Talvez o maior buraco negro dessa história seja a ignorância dessas pessoas que ameaçam os cientistas.

    É como disse o Einstein: “Há duas coisas que são infinitas: O universo e a estupidez humana. E eu tenho sérias dúvidas em relação ao primeiro”.

  10. Ele voltoooouuuuu!!! Bem vindo de volta, Alexandre!

    E gente tosca essa que fica ameaçando o pessoal do CERN…

Deixe uma resposta