Essa eu tirei lá do site da NIPPO (apelido carinhoso da Associação Nipo-Brasileira).

No Japão, o termo yakissoba (yaki = assar, grelhar, soba = macarrão), refere-se normalmente ao sauce yakisoba, isto é, um prato muito simples, feito de macarrão refogado com legumes e carnes, temperados com um molho específico (sauce), com sabor similar ao molho inglês, porém mais espesso.
Apesar de sua origem chinesa, o yakissoba criou raízes no Japão e, atualmente, é tão popular, que aparece obrigatoriamente em festas populares de rua, nos supermercados ou lojas de conveniência, nos tradicionais obentô (refeições prontas), e é uma prática e saborosa opção de cardápio nos lares japoneses.
O sauce yakisoba é tão apreciado no arquipélago, que é utilizado como acompanhamento de vários outros pratos, como o hiroshima-yaki (okonomiyaki ou pizza japonesa, típica de Hiroshima, recheada com yakissoba), yakisoba-pan (sanduíche de yakissoba), soba-meshi (arroz refogado com yakissoba), omu-soba (omelete recheada com yakissoba), etc.
Além do sauce yakisoba, existem outras variedades de yakissoba no Japão, como o gomoku yakisoba, mais parecido com o yakissoba consumido no Brasil, que consiste em macarrão refogado no óleo, com ankake (cobertura) de legumes e carnes, refogados e temperados com um molho encorpado, à base de shoyu; e o kata-yakisoba (kata = duro), macarrão frito e crocante, com ankake.

Aspectos históricos

O macarrão da China apareceu pela primeira vez no Japão na Era Heian (sécs. VIII~XII), em formato que remete ao soumen (macarrão japonês, bem fino) atual. Por sua vez, o chuukamen (macarrão chinês), utilizado no yakissoba, foi primeiramente degustado pelo famoso daimiô e gourmet da Era Edo (sécs. 17~19), Mitsukuni Mito (1628~1701), quando o confucionista Shushunsui (1600~1682) apresentou-lhe o shiru-soba (macarrão com sopa, precursor do lámen). Mas, nessa época, o macarrão chinês ainda não era acessível ao povo em geral.

Com a abertura dos portos, na Era Meiji (sécs. XIX~XX), começaram a surgir bairros chineses em cidades portuárias, como Yokohama e, conseqüentemente, restaurantes típicos, que passaram a servir o macarrão chinês, conhecido inicialmente como chuka-soba (chuka = chinês) ou shina-soba (shina = China), propagando-se, gradativamente, por todo o país. O termo soba é um resquício dessa antiga denominação e não deve ser confundido com o macarrão soba (feito de trigo sarraceno).

O sauce yakisoba surgiu no Japão a partir da adaptação de um prato chinês chamado chao men, logo após o final da Segunda Guerra, como um alimento prático, barato e volumoso (misturava-se bastante repolho picado ao macarrão chinês, cozido no vapor e depois era temperado com um molho tipo inglês), capaz de satisfazer rapidamente a fome, numa época de racionamento alimentar. Antigamente, o yakissoba era temperado com shoyu na região de Kanto (Tóquio e arredores) e molho inglês na região de Kansai (Osaka e arredores). Depois, padronizou-se o sauce yakisoba no país inteiro.

Yakissobas exóticos do Japão

Yokote yakissoba (cidade de Yokota, província de Akita)
Contém miúdos, carne de porco moída e um ovo frito por cima e é servido com fukujinzuke (conserva de legumes em sal e shoyu, de cor vermelha).

Italian (região de Chuetsu, província de Niigata)
Este yakissoba tem, basicamente, moyashi (broto de feijão), repolho e um tempero bem leve, e pode ganhar variadas “coberturas”, como molho bolonhesa ou branco, ebichiri (camarão à moda chinesa, com molho picante), mabo-doufu (queijo de soja à moda chinesa), molho à base de curry, hambúrguer ou omelete.

Oota yakissoba (cidade de Ota, província de Gunma)
O macarrão e o molho são mais espessos e, como ingrediente, contém basicamente repolho picado.

Postado por Tags: , , , , , , , Categorias: Arte & Cultura, Curiosidades, Variedades
2549

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

Deixe uma resposta