Pois é, parece coisa de ficção, mas pelo que li, é mais simples do que imaginado e pode ser implementado em naves e até em estruturas ou veículos no solo.

O espaço não é um vazio como a maioria imagina, ele está cheio de radiação de todo tipo, desde partículas beta de baixa energia(como as das TVs de tubo CRT) até violentos feixes de raios gama passando por todo o espectro eletromagnético.

magnetosferaAqui na Terra ficamos bem protegidos de todo este arsenal cósmico graças à proteção de nosso campo magnético, uma espécie de campo de força energético que nos defende destes constantes ataques do espaço, em especial de nossa amada estrela central, nosso sol que nos dá vida mas que a impossibilitaria se não fosse esta proteção da nossa magnetosfera.

Na imagem ao lado, ilustração da magnetosfera terrestre desviando a radiação solar

Viagem espacial

Só que estamos começando a querer nos aventurar para fora desta bolha protetora e desta forma, nos exporemos ao mais hostil dos ambientes que se conhece, o espaço aberto.

Mesmo os astronautas que passam meses na Estação Espacial Internacional estão dentro da área de proteção de nosso campo energético, os poucos humanos que se aventuraram fora desta área foram os tripulantes das naves Apolo que foram até a lua e mesmo assim foram períodos de poucos dias nos quais erupções solares não ocorreram, felizmente.

Mas uma viagem a Marte irá durar meses e não haverá qualquer proteção durante todo este período. Mesmo que nenhuma erupção solar ocorra durante o trajeto (o que é improvável) apenas a radiação cósmica que permeia todo o universo já seria o suficiente para danificar as células dos corpos dos astronautas os levando a desenvolver todo tipo de câncer ou até mesmo morrer em poucos dias.

O que fazer?

Existem projetos de naves com grossas blindagens metálicas ou até mesmo a cápsula de transporte colocada dentro de uma “piscina” que protegeria os ocupantes. O problema é que estes projetos acabam em naves extremamente pesadas e inviáveis, cada quilo a mais de massa em uma viagem destas representa uma soma enorme de dinheiro que não pode ser investido em carga útil.

enterprise A solução, mais uma vez, parece vir das páginas dos livros e das telas dos filmes de ficção científica. Porque não reproduzir, à bordo das naves, o nosso campo magnético natural, nosso campo de força protetor?

Em princípio isto era tomado como impossível, para fazer algo semelhante seria preciso um equipamento de escala planetária, algo descomunal e sem chance de ser construído.

Mas, como para muitos, o impossível é só uma abstração, uma equipe de físicos resolveu desenvolver um equipamento de apenas cerca de um metro de tamanho e usando um imã comum de 20 dólares que gera um campo magnético em volta de si mesmo.

Na imagem acima, o mesmo princípio da magnetosfera sendo aplicado a uma nave

“Quando o ligamos pela primeira vez, ele funcionou”, disse o cientista

E não apenas funcionou como demonstrou habilidade de auto-ajuste à intensidade da radiação solar, quanto mais forte a radiação, menor fica o campo de força, mas ao mesmo tempo mais forte.

Está pronto?

Claro que não, este é só o começo e a expectativa é que algo real possa ser implementado em 15 ou 20 anos, mas para algo impossível, parece que é até simples agora que foi feito o primeiro protótipo.

Alguns problemas precisam ser resolvidos, como por exemplo o gerador de energia que precisa ir junto com o gerador de campo,mas considerando que este aparato irá substituir uma grossa blindagem metálica de toneladas, pode não ser um grande problema.

Os pesquisadores pretendem ir mais adiante nas possíveis aplicações deste dispositivo. Eles pretendem proteger instalações em solo lunar e até mesmo veículos lunares poderiam contar com uma pequena versão portátil do gerador de campo. Em última instância até mesmo trajes espaciais poderiam portar um gerador de campo pessoal.

Fonte: BBC News, The Register

Postado por Tags: , , , , , , , , Categorias: Arte & Cultura, Ciência & Tecnologia, TV & Cinema
3066

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

5 Comentários

  1. paty disse:

    vcs são mó nerdis

  2. POsso estar falando besteira, mas eletromagnetismo não é apenas o magnetismo induzido eletricamente? Uma vez produzido, as propriedades seriam as mesmas.
    Com a palavra, o nosso oficial de ciências, Sr Kosh.

  3. Danilo disse:

    Muito interessante esta notícia, mas acredito que seja mais eletromagnetismo do que magnetismo puro em sí.

Deixe uma resposta