Faz tempo que eu vinha preparando um post sobre “carros vivos” do cinema e da TV. Eu não queria simplesmente fazer uma lista, enumerando os carros. Minha intenção era colocar imagens, informações e curiosidades sobre cada veículo. Durante a pesquisa, não resisti e acabei incluindo dois caminhões na lista. Bem, depois de meses, eu finalmente consegui limpar a poeira do rascunho, finalizar o post e colocá-lo no mundo.

Fiquem com o TOP 12 Carros (e caminhões) vivos que já apareceram nas telas.

12- ABIGAIL

mymother-thecar
Minha mãe é um carro (My Mother, The Car) foi um obscuro seriado cômico americano de 1965, que durou apenas uma temporada de 30 episodios.
Abigail era a mãe do protagonista. Ela morreu e reincarnou neste calhambeque de 1928. Apenas seu filho podia ouvir sua voz. O filho reformou o carro-mãe, que virou uma preciosidade e assim era cobiçado pelo vilão da série.

O carro usado no seriado era uma montagem de vários carros diferentes, de épocas distintas (dos anos 10 aos anos 20), além de possuir partes criadas especialmente para ele.
A técnica para mostrar um carro dirigindo sozinho era simples, mas interessante: um segundo carro-dublê foi feito sem o fundo. Um dublê dirigia escondido usando o auxilio de espelhos.

Acredito que esse seja o primeiro “carro vivo” a aparecer, então não poderia deixar de constar nessa lista!

11 – Green Goblin truck

maximumover5

Maximum Overdrive foi um filme de 1986, escrito e dirigido por Stephen King. Mas é tão ruim, tão ruim, que ele jurou não dirigir mais nenhum filme depois disso!

Veículos e outras máquinas ganham vida quando um meteoro passa perto da Terra, mas são os carros e caminhões que tornam-se mais perigosos. O caminhão-líder dos veículos do mal é um White Western Star 4864, ano 1977, com uma enorme cabeça do Duende Verde na frente.
Fiquei em dúvida entre apontar esse caminhão ou um jipe militar, cuja metralhadora M60 na parte de trás dispara sozinha contra os heróis (curiosamente, as armas dos heróis não se voltaram contra eles). Optei por este caminhão, pois ele é a imagem mais lembrada quando se menciona este filme.

10 – Caminhão do filme O Encurralado (DUEL)

duel-1955-peterbilt-351-towing-a-tanker-trailer

Duel foi um filme feito para TV por Steven Spielberg em 1971, e depois lançado no cinema com algumas cenas adicionais. Neste filme, um motorista de um carro é caçado impiedosamente e sem razão aparente por um motorista de caminhão pelas estradas americanas.

Ok, na verdade esse caminhão não estava vivo de verdade, mas o motorista nunca aparece. A sensação é que o inimigo não é o motorista dele e sim o caminhão em si. E o Spielberg transmitiu muito bem essa impressão, pois eu considero este caminhão um dos mais terríveis vilões do cinema!

O caminhão era um Peterbilt 281, modelo 1955. Sua vítima guiava um Plymouth Valiant 1971 vermelho.

09 – Schlep

speedybuggy-wonderbuggy
Sclhep (ou Schlepcar no original) é um velho bugre comum que é comprado e reformado por 3 jovens, mas ao receber uma buzina mágica ganha vida.
Ele tinha uma antena grande com uma espécie de garra na ponta, faróis que funcionavam como olhos articulados e pára-choque que parecia uma boca, demonstrando inclusive “expressões faciais”. Além de falar resmungando, ele era capaz até de VOAR (e isso bem antes do final do Grease)!

Você não lembra nada disso? Muito menos eu. Mas esse buggy maravilha foi o astro dos 22 episódios da série de 1976 WONDERBUG. No Brasil foi traduzido como Se Meu Buggy Falasse e como Superbug. Entretanto, o maior feito desse carrinho foi dar origem ao desenho do SPEEDYBUG.

O carro utilizado era bugre desses feitos para andar nas dunas de areia, um clone do modelo Meyers-Manx, em chassis de Volkswagen.

08 – SpeedyBug

speedbug
Bem, já que falei do Speedybug, ele tinha que aparecer também. Coloquei ele melhor posicionado no ranking do que seu antepassado de porcas e parafusos, pois esse pequeno bugre de celulóide podia não voar, mas ficou bem mais conhecido.

Este desenho da Hannah-Barbera de 1973 era estrelado por um buggy corredor que nas horas vagas se metia em confusões e desvendava mistérios com seus 3 jovens amigos. Ele falava, pensava, tremia de medo e andava nas pontas do dois pneus traseiros quando não queria fazer barulho.
Existia um controle remoto que sobrepujava sua vontade, mas era mais usado por vilões do que por seus amigos.

07 – Christine

christine
Mais um veículo que ao ganhar vida demonstrou emoções bem humanas: amor, ciúmes, ódio… enfim, demonstrou o desejo e a capacidade de matar!
Christine é um belo Plymouth Fury 1958 pintado sob encomenda nas cores vermelha e branca (originais apenas nos modelos Belvidere. Os Fury vinham de fábrica em bege com dourado).
Estrela do livro de Stephen King e do filme de John Carpenter de 1983, esse carro é um dos mais estilosos da lista.
No livro, Christine foi possuída pelo espírito malígno do primeiro dono, que matou a própria família no carro em troca de imortalidade. No filme, o carro já “nasceu” na linha de montagem, vivo e mau.

06 – The Car

the_car_4
Este esquecido filme de 1977 é estrelado por um Licoln Continental Mark III 1971, adaptado por George Barris, o mesmo designer do famoso Batmóvel dos anos 60.
O filme mostra o duelo entre o xerife local e este carro misterioso que dedicou sua vida de 4 rodas à atropelar inocentes.
O cartaz do filme pergunta quem dirige O Carro: um fantasma, um demônio ou o diabo em pessoa? Somente no final a assustadora resposta é revelada. Não me pergunte qual é, pois eu não vi o filme!

05 – Lightning McQueen

cars lightningmcqueen01

Estrela do desenho Carros (Cars) da Pixar/Disney, esse carrinho de corrida é uma mistura do Herbie com o Willie, porém ele fala (e todos os outros veículos também, já que não existem humanos nesse universo). Mas esse jovem carro começa o filme arrogante, se perde no meio do deserto e lá molda seu caráter, além de encontrar o amor.

Não entendi porque ainda não fizeram uma continuação, porque esse desenho é bem legal.
Uma curiosidade: nesse site, alguns fãs fizeram versões tunadas dos personagens.

04 – Willie

wilie
Inspirado no “Herbie – Se Meu Fusca Falasse” e inspirando o recente “Carros”, o desenho Carangos e Motocas (Whellie and the Chopper Bunch) mostrava um universo onde todos os carros, caminhões e motos eram vivos.
Neste desenho de 1974, que teve pequenos 39 episódios, o fusquinha vermelho Willie era o protagonista, defendendo os bons valores que um bom herói costuma defender (Quem assistia não esquece o “CHAAARGE!” que aparecia escrito em seu pára-brisa). Sua namorada era a Rota, uma “carrinha” conversível. E seus arqui-inimigos formavam uma inesquecível gangue de motoqueiros atrapalhada.
O curioso é que todos os veículos nesse desenho falavam, menos o Willie que apenas buzinava e escrevia palavras e símbolos em seu pára-brisa.

03 – Bumblebee

transformers

A wiki tem um verdadeiro tratado sobre esse carrinho, mas acho que posso resumir dizendo que ele é o mais simpático dos Transformers. Não é o maior, o mais inteligente e nem o mais poderoso, porém é o que apresenta uma convivência mais próxima dos seres humanos, dentre todos os alienígenas de Cybertron.

Sim, para quem não conhece, os Transformers são seres de outro planeta que vieram para a Terra e aqui alternam sua forma natural robótica com a de veículos como carros e aviões.

O Bumblebee era um fusquinha amarelo no desenho animado original dos anos 80 e virou um Chevrolet Camaro nos filmes mais modernos de cinema. Como todos Transformers, ele fala e vem equipado com um belo arsenal. Nos filmes o seu sintizador de voz fica avariado por um bom tempo e ele usa o rádio para se comunicar através de músicas. Um sacada inteligente e que às vezes faz lembrar o fusquinha Herbie.

02 – KITT – A Supermáquina

knight-rider

Esse carro, quando não estava dirigindo sozinho, era pilotado por Michael Knight. Teoricamente, o carro não era vivo, mas controlado por uma inteligência artificial muito poderosa, como se fosse um super-robô. Na prática, era mais vivo do que muitas pessoas!

A Super-Máquina teve mais de uma versão, ou encarnação. Já foi preto, foi vermelho, comandou um time de super-máquinas e estrelou 2 tele-filmes. Mas as mais famosas aparições do KITT foram no seriado original de 1982 e no mais recente de 2008. No primeiro, ele era um Pontiac Firebird Trans Am e no segundo era um Ford Shelby GT500KR Mustang. Na maior parte do tempo, porque essa segunda versão é praticamente um Transformer e vira outros carros (curiosamente todos da Ford…).

O KITT é equipado com diversos tipos de armas, blindagem futurística, equipamentos eletrônicos e computadorizados, Turbo Boost e muitos outros itens de fazer inveja ao Mach 5, do Speed Racer. Mas o que chamava mais atenção, além do fato dele falar e ter idéias próprias, era o sensor luminoso instalado na sua frente, semelhante ao dos Cilônios da série Galáctica.

01 – Herbie

herbie
O Herbie era um VW deluxe ragtop sedã pintado de branco perolizado L87, cujo o interior foi modificado do original branco para um cinza não-reflexivo. Faixas de corrida vermelha, branca e azul e o número 53 completam a pintura característica desse fusquinha.
Sem dúvida nenhuma, esse carro vivo é o mais lembrado pela maioria das pessoas, e não é à toa: valente, vaidoso e bem humorado, ele é o carro de maior personalidade.
Tem um currículo de deixar com inveja seus colegas motorizados e até mesmo atores de verdade: Herbie estrelou 5 filmes de cinema até agora, encantando as platéias em 1968, 1974, 1977, 1980 e 2005.

Fontes: Como eu disse no início, esse post ficou um tempão na gaveta, então não me recordo de cada fonte em particular. Mas é certo que além das minhas memórias e do google, eu acessei a Wikipédia em inglês, os sites TV.com e IMDB, alguns sites brasileiros e americanos especializados em automóveis e sobre nostalgia.

Postado por Tags: , , , Categorias: Curiosidades, TV & Cinema, Veículos
6516

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

18 Comentários

  1. Rose disse:

    E sobre o caminhão do filme ” Olhos famintos”, alguém teria alguma informação?

  2. Thaissa disse:

    Similar aos Transformers eu só sei dessa, mas caiu no esquecimento legal depois que parou de passar no Xou da Xuxa.

  3. maccoy disse:

    ah, sim… eu lembro que o lider destes robos era chamado de LIDER 1.

  4. maccoy disse:

    como era chamado aquele desenho animado semelhante ao dos Transformers? ele era exibido no extinto programa XOU DA XUXA.

  5. Léo Duarte disse:

    Bom dia.
    Achei super-bacana essa página, e me lembrei de um filme que um caminhão super-sinistro, muito grande, persegue um cara num moto moderninha (o pessoal do cinema chamou de Jaspion na época, debochando do personagem), assisti esse filme no cinema c/ meu pai, eu era molecote ainda, mas ñ lembro o nome, será que vc me ajuda nessa? O caminhão tb ñ tinha ninguém dentro.

    Um abç, e aguardo seu retorno!
    =)

  6. flavio disse:

    so faltou aquele caminhão do filme olhos faminto…

  7. era muito legal esse desenho, as vezes compro dvd,s de desenhos antigos e meu que tem 08 anos fica doido, quando ele assistiu he-man e thundercats, pela 1ª vez ficou doidinho, que desenho massa papai…pois é, eu principalmente gostava das aventuras de cacá, passava na aratu-ba no progrma da tia Arilma.

  8. vanderlei disse:

    pois é este filme passou muito no sbt nos anos 80,mas agora,só em dvd importado uo como eu,tenho um dvd gravado de um velho vhs gravado do sbt na época!!

  9. vanderlei disse:

    olha eu tenho encurralado,the wraith,comboio do terror,the car,christine,speedy bug e carangos e motocas,todos ótimos!!!

  10. vanderlei disse:

    esta lista está ótima!eu me lembro do seriado do buggy!!assisti muito na globo!eu tenho quase todos os filmes da lista em dvd(dificil de achar,mas consegui)!valeu a pena procurar!!procure vc também!!!

  11. anônimo disse:

    Bugre é um índio e não um carro. O nome mais aceitável deste tipo de veículo é Buggy (em formato de inseto, insetinho). No brasil haviam várias marcas de “buggy”, uma delas colocou o nome de bugre, que quer dier índio, ligando o carro à ideia de selvagem, daí vem a confusão.
    z

  12. Aquele caminhão do DUEL é apavorante, acho que o filme é um dos melhores road movies que já vi e a direção é primorosa.

    Um carro que não era vivo mas que me pareceu vivo durante quase todo o filme é o Dodge Interceptor do filme The Wraith, fui fã daquele carro por muito tempo.

Deixe uma resposta