O Rio de Janeiro foi palco neste domingo, 29/11/09, da Parada Momentos Mágicos Disney. Esse mesmo desfile se repetirá em Vila Velha (dia 06/12) e São Paulo (20/12). É a primeira vez que um evento desses acontece na América Latina e o NewsErrado – juntamente com mais 350 mil pessoas – estava lá.

Organização

Eu estou acostumado a assistir diversos eventos na Avenida Atlântica e achei que a estrutura desse foi uma das melhores que já vi: além dos tradicionais banheiros químicos, postos médicos, torres de som e da polícia, esse contou com áreas reservadas à deficientes físicos, bem localizadas. Essa iniciativa é muito positiva e espero que se repita em desfiles futuros, sejam da Disney ou não.

A linha de cavaletes de metal que fazem o isolamento da pista era dupla (em um dos lados da avenida aproveitando a própria ciclovia). Isso evita invasões (já imaginou uma criancinha de 3 anos se soltando da mãe e correndo pra baixo de um carro alegórico?) e cria dois corredores onde circulam com facilidade organizadores, seguranças, pequenos veículos de serviço, etc.

Outra coisa que chamou a atenção é a quantidade de pessoas trabalhando na organização, todas usando uma camisa numerada individualmente. Ou seja, se alguém fizesse qualquer coisa inadequada, como um segurança truculento, por exemplo, daria pra identificar exatamente quem foi.
Leia um pouco mais sobre a organização na página da prefeitura sobre a Parada.

Problemas

Apesar dessa organização toda, alguns problemas ocorreram. O mais incômodo foi o atraso no início. Parece que aqui é difícil começar algo na hora: a Parada Ilumidada  de Natal também sempre atrasou. Espero que algum dia não atrasem o reveillon!

A publicidade também anunciava que a Fada Sininho (Tinkerbell é o escambau) e o Buzz Lightyear iriam voar, mas isso não ocorreu. Parece que os cabos deram defeito. Vi também o Tigrão, da turma do Ursinho Puff (Pooh é o escambau) descer do seu carro alegórico e ir dançando alegremente até o posto de saúde, onde provavelmente deve ter desmaiado. Algum tempo depois ele saiu de lá, (ou outra pessoa vestindo sua fantasia) pegou carona num carrinho da produção e alcançou o carro alegórico.

Outro momento interessante foi quando um pequeno grupo de organizadores tentava mover uma placa de trânsito, daquelas que ficam no alto de um poste, para que os carros alegóricos não batessem nela. Abriram uma escada, subiram e tentaram alcançar o alto do poste, mas não chegaram nem perto da placa. Aí desceram e levantaram a escada, sobrepondo um lado ao outro, como os bombeiros fazem. O problema é que não tinha uma boa sustentação, quem seria  louco de subir lá? Aí eles tiveram uma idéia brilhante: engancharam o topo da escada no poste e giraram ele, deixando-o paralelo à calçada e liberando a pista. Esse pessoal – por seu esforço e inteligência – acabou sendo mais aplaudido do que o Mickey!

Desfile

A parada começou com a banda dos fuzileiros. Eles não faltam uma parada! Normalmente eles abrem desfiles e ajudam a animar o público, com suas roupas chamativas, marcha e música cadenciadas.

PB280016

Muitos carros antigos levando personagens ou atores se intercalaram com os carros alegóricos. No primeiro deles, o Pato Donald e o Zé Carioca acenavam pra criançada.

PB280022

Cada carro alegórico, ou “float” em inglês, era acompanhado de um grupo fantasiado dançando ou fazendo movimentos coreografados, como na luta dos piratas contra o Peter Pan.

A Parada prosseguiu com o carro da Bela e a Fera e depois o da Pequena Sereia. Este soltava bolhas de sabão, simulando as bolhas de ar que se vê no fundo do mar.

PB280024

Passaram a seguir o carro da Sininho e as fadinhas, do Ursinho Puff, uma ala de personagens diversos, como Aladin e Pinóquio, o Castelo da Cinderela, com as princesas Disney e seus príncipes, e para encerrar, a casa do Mickey, com a presença do próprio Mickey Mouse, a Minnie, o Pateta, o Pluto e os esquilos Tico e Teco.

PB280024 PB280026 PB280029 PB280034

Críticas Furadas

Procurando videos no You-Tube, achei um recheado de críticas à Parada. Curioso, eu assisti, mas acredito que deveria ser um video com motivação política em vez de simples e inocentes críticas. Ainda assim, algumas pessoas – provavelmente moradores de Copacabana – estavam ali dando seus depoimentos reais e portanto é interessante analisar as críticas feitas.

Foi dito que o desfile parecia mais da Nestlé do que da Disney. Isso só pode ser piada. É claro que a Nestlé apareceu no desfile e no material promocional, afinal ela patrocinou o evento. Mas 99,9% do que se viu foi Disney: música, personagens e carros.

PB280021

Outra crítica seria ao fato da travessia da Avenida Atlântica ser proibida enquanto a Parada estivesse passando. O “direito constitucional” das pessoas de ir à praia estaria sendo violado. Infelizmente, eu acredito que exista muita gente que ainda pense assim, o que é um absurdo. O evento foi noticiado e a estrutura não foi montada da noite pro dia. Quem queria ir à praia poderia se programar melhor, afinal qualquer um podia atravessar ANTES ou DEPOIS do desfile passar. Além disso, a orla é grande e os carros dos desfiles são lentos. Era possível atravessar em um ponto em que a Parada não tivesse chegado ainda ou já tivesse passado. Essa crítica é altamente individualista e parece vir de quem não tem criança, não teve infância e provavelmente deve poder ir à Disney a hora que quiser. Se formos pelo mesmo raciocínio, deveríamos ser contra o fechamento das pistas para lazer, afinal isso impede o “direito constitucional” da pessoa de ir e vir com seu carro em uma via pública.

Bem, mas julguem vocês mesmos. Deixo aqui o link pro video com essas queixas  ridículas.

Conclusão

O desfile foi bonito, animado e penso que a agradou à maior parte do público que foi até a orla assistir.

Ao contrário da Parada Iluminada, que é noturna, focada no tema natalino e encanta adultos e crianças com sua beleza, essa é diurna e voltada mesmo às crianças, tendo como foco os personagens e filmes da Disney (essas diferenças é que me fazem querer a realização das duas paradas em vez de uma simples troca de uma pela outra).

A Parada Disney é um ótimo passeio para os pais levarem seus filhos, sejam bebês ou mesmo pré-adolescentes. Acredito que  os carros dos Piratas do Caribe e High School Musical não foram suficientes para atrair os adolescentes. Mas esses em geral não querem saber de Disney, “é mico, coisa de criança” mesmo.

Além de trazer alegria aos pequeninos e emoção aos seus pais, a Parada também serve pra mostrar para o brasileiro que nunca teve oportunidade de ir à Orlando ou Los Angeles um pouco do que é a Disney: a coreografia dos dançarinos, a perfeição dos figurinos e o capricho nos carros, por exemplo. Alguém pode dizer que o desfile original é muito mais grandioso, mas isso é óbvio. Quando uma escola de samba faz apresentações no exterior dá uma pequena mostra do que é o nosso carnaval, mas não se compara ao evento completo.

Aliás, o propósito da Parada é exatamente esse: dar um gostinho da magia Disney, para incentivar a venda de pacotes turísticos, de DVDs, de revistinhas e outras parafernálias licenciadas. Uma idéia boa, pelo ponto de vista do marketing e do público, que independente de comprar qualquer coisa foi presenteado com uma belo show na manhã de domingo. Bonito e de graça (e sem tumulto)!

Resumindo, se a Parada chegar até a sua cidade: vá, veja e viaje – nem que seja na imaginação!

Postado por Tags: , , Categorias: Arte & Cultura, Editorial, TV & Cinema, Variedades
8102

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

Deixe uma resposta