Como sempre, primeiro a versão curta do review: CORRA PARA AS MONTANHAS!!

Agora a versão mais longa: Perdi 85 minutos da minha vida assistindo essa porcaria, não perca você também! Pior: vai ser difícil esquecer o quão ruim este filme é, seja em termos de história, condução ou mesmo pelos erros grosseiros. Mas não se engane, não é trash, é ruim. Um dia talvez chegue a virar trash, mas duvido.

A história divulgada de Rampage: um sujeito com sede de vigança constrói uma armadura de kevlar e sai por aí numa onda de matanças. Bem, ele não tem sede de vingança nenhuma e essa é a única coisa que poderia ser interessante: graças a reviravolta final ficamos em dúvida do porque ele fez tudo o que fez. Mas isso não chega a salvar o filme nem remotamente. Eu esperava algo como Um Dia de Fúria , mas não tem nada a ver.

Eu confesso que me preparei pro pior logo no começo quando os créditos revelaram que o filme foi escrito, produzido e dirigido por Uwe Boll! A ONU deveria passar uma resolução proibindo esse cara de chegar perto de uma câmera de cinema.

Rampage (que não sei o nome em português) entrou na minha lista de piores filmes de todos, juntamente com Mar Aberto, A Carta Anônima, A Sombra do Vampiro e Saló – 120 Dias de Gomorra.

Se você alugou, devolva. Se comprou, nem tire do plástico. Se baixou, delete sem piedade.

Postado por Tags: , , Categorias: TV & Cinema, Variedades
11500

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

2 Comentários

  1. Opa, acabei não terminando o comentário. Assista o filme Quantum Apocalypse e veja se chega ao mesmo nível de qualidade, eu vi e achei tosco mas já esperava a tosquera desde a primeira cena.

    Pelo menos tem a Gigi Edgley atuando praticamente coo se fosse a Chiana de Farscape, só que sem a maquiagem cinza.

  2. Agora deu vontade de assistir.

Deixe uma resposta