Deus x Ciência – É preciso escolher?

Vemos constantemente, especialmente nos EUA, uma luta entre evolucionistas e criacionistas. Mesmo em outras questões, não é incomum gente de formação religiosa encarar a ciência com muita desconfiança, achando que algumas pesquisas estariam desafiando Deus e, portanto, não seriam próprias para uma pessoa de fé. Não acredita? Então olha só as reações nos comentários no nosso post em que apresentamos o acelerador de partículas LHC.

Mas essa dicotomia não existiu sempre. Ao longo da História, grandes avanços e descobertas científicas vieram diretamente através de homens de batina, cuja fé era inquestionável.

DNA de Monge

Em 20 de julho de 2011, todos que acessaram o Google puderam ver a homenagem à Gregor Mendel. Mas quem foi ele? Nada menos que o Pai da Genética, uma das ciências mais modernas e controversas da atualidade. Seu trabalho científico se iniciou em meados do século XIX, após ele se ordenar monge agostiniano. Um trabalho que sofreu influência das pesquisas de Darwin e foi mais além. E em nenhum momento ele foi ameaçado de queimar na fogueira como herege blásfemo.

Imagino o que aconteceria se ele vivesse hoje em dia e publicasse suas pesquisas na internet. Comentários em caixa alta e cheio de erros iriam condená-lo ao inferno, enquanto alguns pastores na TV iriam queimar sua foto. Ao mesmo tempo, comediantes metidos a  jornalista e web-celebridades tentariam ridicularizá-lo. Algumas pessoas e mídias não levariam suas descobertas a sério, sem examinar direito, apenas por ele ser um homem ligado à religião.

gregor mendel

Idade Média

A Idade Média, que por muito tempo foi chamada injustamente de Idade das Trevas, foi um período em que as artes e ciências receberam bastante patrocínio da Igreja. Grandes avanços foram conseguidos por monges, freis, abades… E ninguém via contradição nisso.

Claro que alguns temas ainda eram proibidos ou relegados a segundo plano pela Igreja. Mas isso não é tão diferente do que vemos hoje: quem tem o dinheiro e o poder, controla o rumo e a divulgação das pesquisas. Seja o Papa, o governo da extinta URSS ou as grande multinacionais capitalistas. Se fosse você quem tivesse dinheiro e poder, não iria direcionar os investimentos de acordo com o que você acredita ser melhor e mais adequado?

Conclusão

Portanto, acordem, pessoal! O mundo não deve se dividir entre os que defendem Deus e os que defendem o tubo de ensaio. Essa divisão não existe. O mundo está dividido entre os que buscam respostas e os que aceitam o que lhes é dito sem questionar.

Se você ainda tem dúvidas ou ficou curioso para conhecer mais sobre os cientistas de batina, recomendo os links abaixo. Tanto para os crentes que desconfiam da ciência, como para os ateus que desconhecem as contribuições científicas dos homens religiosos:

Ciência Medieval – Página bem completa da Wikipédia sobre o assunto.
Idade das Trevas – Veja algumas razões econômicas, culturais e científicas sobre porque essa denominação é injusta com a Idade Média.
Saber Católico – Essa página não é imparcial, sendo contra ateísmo. Mas o interessante é a segunda metade do texto, quando é lembrado o investimento que a Igreja fez nas áreas de educação, ciência e tecnologia.

Postado por Tags: , , , , Categorias: Arte & Cultura, Ciência & Tecnologia, Variedades
20738

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

Deixe uma resposta