Curta de animação clássico aborda as superstições de forma bem humorada

O primeiro dia 13 do ano cai logo numa sexta-feira. Bem apropriado para um ano profetizado como aquele em que o mundo vai acabar!

Uma data como essa não poderia passar em branco, quer você seja supersticioso ou não. Mas não quis fazer um post com aquela repetitiva lista de mandingas que sempre publicam por aí nessas dias. Então, desencavei do fundo da minha memória (e das entranhas do You Tube) o super herói nacional Super-Tição!

Esse desenho animado é bem simples e muito bem humorado, criado e veiculado nos cinemas na época em que a lei exigia a exibição de um curta metragem brasileiro antes do filme principal. Assim, tinhamos que engolir muita porcaria, uns documentários chatos pra caramba, que ninguém prestava atenção. Mas esse foi diferente. O público do cinema parou de conversar e jogar pipoca na cabeça uns dos outros e começou a ver aqueles rabiscos simples e as gags engraçadas.

O tempo passou, ele não foi exibido por muito tempo no cinema e mesmo na TV passou somente em um outro programa da TV Educativa/Cultura. Mas, de alguma forma, ele conseguiu ficar marcado na cabeça de todo mundo que viu. Nem que seja como aquela vaga lembrança que a gente fica imaginando se existiu mesmo ou se tá maluco.

Eis que, procurando na internet, acho a ficha técnica do filme, que foi dirigido por Stil, em 1984 e chegou a ganhar um prêmio em Brasília. Interessante que o filme chama-se Faz Mal 2 e é continuação de uma idéia anterior, só que agora foi introduzido o simpático herói Super-Tição, o que fez toda a diferença, tornando-o inesquecível.

Ficou saudoso ou curioso pra conhecer? Então, prepare-se pra curtir deliciosos 8 minutos!

Gostou? Então aproveite  e visite o canal do diretor Stil, que tem mais algumas coisinhas por lá.

Postado por Tags: , , , , , , , , Categorias: Arte & Cultura, Humor, TV & Cinema, Vídeo
21077

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

Deixe uma resposta