Muito antes que Peter Jackson, os soviéticos já tinham adaptado o Hobbit para as telas.

A versão russa pode ter menos efeitos que a trilogia de blockbusters de Hollywood, mas ao menos ela precisou de pouco mais de uma hora pra contar a história, ao contrário dos americanos que transformaram um livro em três filmes.

A produção da União Soviética foi filmada em 1984 e lançado na TV em 1985 mirando o público infantil. Segundo o site Tolkien Gateway, o nome completo do filme é Сказочное путешествие мистера Бильбо Бэггинса, Хоббита, через дикий край, чёрный лес, за туманные горы. Туда и обратно. По сказочной повести Джона Толкина “Хоббит”. Acho que siginfica: “O Hobbit de JRR Tolkien. Direitos autorais? Vem cobrar, camarada, vem cobrar!”

O filme conta com um ator fazendo o papel de narrador (chamado apenas de Professor, mas claro que devemos entender que ele representa o próprio Tolkien), marionetes “interpretando” o dragão e as aranhas e uma versão Disco-Gay do Vincent Price como Gandalf. Falando em GBLT, não ponho minha no fogo por esse Bilbo também. E vocês achando que os soviéticos eram intolerantes, hein… Ah, não procurem pelos trolls, Elrond, Beorn ou os elfos da floresta, afinal alguns detalhes precisaram ser cortados. Em compensação, vocês podem assistir ao Corpo de Balé de Stalingrado dançar vestido como orcs e como os homens do lago.

Gandalf Soviético

Gandalf: It’s Magic, Baby!

Bilbo e Gandalf Soviéticos

Não se levante, Bilbo: ou perceberão que temos a mesma altura!

Gollum soviético

Gollum: My Preciouss

Mas chega de mistério, vamos ao filme na íntegra. Não há legendas, mas se você leu o livro não vai precisar, pois é fácil lembrar e reconhecer as cenas. E pra ser honesto, existe muita diferença entre o nível dessa produção e a clássica versão do Sítio do Picapau Amarelo da Globo? Talvez não.

Agora que você viu o filme original e intocado – você viu, né? Se não, volta lá e assiste, eu espero, vai – aqui tem uma surpresa: Um americano resolveu legendar em inglês o Hobbit Soviético. Claro que sem entender uma palavra do idioma, a legenda é humorística, criando diálogos inteiramente novos, às vezes casando com o som real, outras vezes apenas mantendo as piadas. Ou seja, é como um Batman, Feira da Fruta gringo. Dividido em 6 partes, assista a primeira aqui, e siga pelo YouTube as restantes.

Aí, disputa no maior clima de guerra fria: qual das versões fez você rir mais?

Postado por Tags: , , , , , , Categorias: Curiosidades, Humor, TV & Cinema, Vídeo
24510

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

1 Comentário

  1. NR disse:

    Eu acho que preferia ter morrido sem ver a cara do Gandalf russo…
    Mas comecei a ver a versão legendada de zuação e gostei. E será bom para praticar o pouco russo que sei. Valeu pela recomendação! 😀
    (e o divertido é que vim parar aqui pela postagem da prequencia/prequela/proemio)

Deixe uma resposta