graphic novel turma da monica

Não me lembro de quando tomei contato, pela primeira vez, com o projeto Turma da Mônica – Laços. Porém, lembro como a ideia me pareceu ótima. Sou fã de Vitor Cafaggi e a imagem promocional liberada era empolgante.

Nela, como vemos, existem os contornos do grupo principal de personagens em meio a um entardecer ou amanhecer. Nessa ilustração, de tons bem escuros para o padrão da franquia, conseguimos captar o clima de aventura e até mesmo nostalgia da história, a qual estava por vir. Com certeza, não fui o único a lembrar, por causa da imagem, do conto O Corpo de Stephen King. Também conhecido por sua versão cinematográfica chamada Conta Comigo.

E, depois de alguns adiamentos, essa atraente edição chegou ao mercado. É uma releitura respeitosa da clássica turma da Mônica, tendo me agradado mesmo eu não sendo muito fã dessa galerinha.

A história em si, possui como seu maior mérito, a sobriedade. Em comparação, por exemplo, com as tramas da Turma da Mônica Jovem (uma série que pelas edições as quais li, os escritores pareciam ter tomado LSD). Porém, em alguns momentos, o desenrolar dos fatos são muito rápidos, se tornando simples demais. Fazendo falta também, dentro da narrativa, um personagem tão carismático quanto o cão Valente (melhor criação do Vitor Cafaggi).

 O que rouba mesmo a cena são os desenhos. Eles estão muito bons, tanto em seus traços quanto em suas cores. Vitor e Lu (irmã do Vítor) capricharam. As páginas desenhadas exclusivamente por Lu Cafaggi são fofas ao extremo.

Em suma: a arte é muito bonita. A edição vale seu preço. Contudo, a empreita talvez fosse mais interessante se existisse um número maior de páginas no encadernado para o melhor desenvolvimento da trama. Mas quando um “Romance Gráfico” possui como principal defeito o fato de ser muito curto, isso é bom sinal.

Postado por Tags: , , , , , Categorias: Quadrinhos
26420

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

Deixe uma resposta