Tomei a liberdade de fazer uma tradução tosca do artigo do Bored Panda, que é encantador.

Tudo começou cerca de 5 meses atrás. Os filhos do meu vizinho estavam brincando na rua e eu estava com a minha câmera na mão (felizmente) eu bati algumas fotos deles. Tinha capturado um momento feliz no tempo que parecia permear através da própria fotografia tirada.

Como fotógrafo filosófico, normalmente conto com um senso inato de inspiração para criar histórias. As crianças do meu vizinho ressoam com essa ideia maravilhosamente e então eu expresso o conceito aos seus pais. Eu secretamente documento seu quotidiano. Costumo usar a minha 180 milímetros 2,8 ou 85 milímetros 1,4, ficando de longe, para que eles não me percebam. Pelo menos 8 destas 10 fotos foram feitas assim.

Pensamentos

My-neighbours-Children-How-Im-Documenting-the-childhood-Of-My-Neighbours-Children.-10__880

Não tenho a menor ideia do que se passava em sua cabeça enquanto ele colocou na grama os seus brinquedos de dinossauros. Esta é praticamente uma rotina regular para ele.

Longe do Balanço

Uma das minhas fotos favoritas deles brincando. Isso é muito bonito e é rotina para eles diariamente. Assim que chegam em casa da escola, eles correm para um de seus lugares favoritos – o balanço.

Adoração

Ele tentou várias vezes, mas é tão difícil de obter uma bolha que tentou diversas vezes. Finalmente conseguiu depois da sua 10ª tentativa. Isso é a cara de apreciação e adoração.

O Construtor

Na maioria das vezes o meu pequeno amigo aqui fica criando coisas. Esta foto foi tirada com ele montando seu caminhão de caixa na frente de sua casa. Às vezes, sua mãe me chama secretamente e conta algo que está acontecendo. Este foi um desses momentos.

A Corrida

Lembro-me desta noite, como se fosse ontem. Era um domingo em dezembro de 2014. Eu saí da minha casa como eu tinha feito várias noites antes, à procura de algumas histórias para fotografar. De repente, ouvi um grito que ecoou, olhei para a estrada e lá estavam eles correndo no final da rua. Rapidamente reagi, corri para fora e fotografei isso cerca de 80 metros de distância deles. Estou muito feliz por ter usado a 180 milímetros naquela noite. Se eu tivesse escolhido a 85, tenho certeza que eu não estaria escrevendo estas palavras.

No balanço

Seu primo em segundo plano não lhe permitiria ter a sua vez no balanço, ele perdeu uma aposta com ele porque era incapaz de balançar mais alto que o primo.

Eu tenho o Balanço

Então… Falei com o primo e pedi-lhe para deixá-lo balançar um pouco, e este foi o resultado. Repare na felicidade!

Pedra Papel Tesoura!

Caramba! Quem perdeu?

Sonolento

Às vezes, até mesmo as crianças se cansam.

Trabalho Em Equipe

Irmã e irmão trabalham juntos para pegar uma ameixa.

A ironia

Este foi realmente uma das únicas cenas que eu semi-compus com ele. Pedi para sua irmã colocar a vaca na cena imediatamente depois que ele começou a beber para que ele não tivesse ideia de que a vaca estaria envolvida. Eu me pergunto o que ele estava pensando.

Chuva vá Embora

Neste dia eles estavam brincando na rua com a folha de bananeira e com um pouco de chuva caindo. Um lampejo de inspiração me bateu e eu pensei, “Hmm, uma criança eu e seu amigo sob o abrigo de uma folha de bananeira na chuva.” Pedi para se sentarem e acolherem-se. Na edição, percebi que a precipitação foi mal mostrada, por uma árvore acima deles que não deixou a chuva cair, então, dramatizei (chuva) no Photoshop. Eles ainda fizeram um bom papel ?

Uma coletânea de fotos lindas, tiradas pelo fotógrafo jamaicano Adrian McDonald

Postado por Tags: , , , Categorias: Arte & Cultura, Imagem
31568

Comentários do Facebook

Possuímos dois sistemas de comentários, você pode escolher o que mais lhe agrada. :-)


Comentários do Blog

Deixe uma resposta