Videoclipe: Turning Japanese com Kirsten Dunst

Videoclipe inusitado

Eu gosto da música Turning Japanese, do grupo The Vapors, desde a primeira vez que ouvi. A música é legal e a letra inusitada. Mas ainda mais inesperado foi esse vídeo que eu encontrei com essa música intepretada pela atriz Kirsten Dunst. Parece que ela é muito fã de anime e topou participar desse videoclipe dirigido pelo mesmo diretor do filme As Panteras, McG.

O vídeo foi feito para uma exposição pop de 2009 em Londres:  Pop Life: Art In A Material World.

Apesar de umas poucas e breves imagens mais para hentai do que eu gostaria, o vídeo ficou bem legal.

A propósito, sabe por que a letra da música fala em “Virando japonês”? Segundo os Vapors, a letra fala de um cara que perdeu a namorada e aos poucos está enlouquecendo. A parte de ‘virar japonês’ seria sobre as angústias que os jovens sentem, uma sensação de que estão se transformando em algo completamente inesperado.

Star Wars: Volta às Aulas – O Musical

Rodrigo Septien é um espanhol responsável por versões e paródias de músicas muito boas. Hoje assisti esse vídeo e tinha que postar aqui. Este vídeo musical mostra os problemas do pai solteiro Darth Vader e seus dois filhos pequenos, Luke e Leia, no primeiro dia de volta às aulas. Sem entender muito eu já tinha adorado, quando acionei as legendas (tem espanhol e inglês), ficou ainda melhor. Mas chega de blá blá blá: Confira você mesmo!

Paródias Musicais: Marvel

Os filmes da Marvel, em especial os dois “Vingadores” fizeram tanto sucesso que não tinha como ficarem imunes às paródias musicais. Primeiramente vamos ver um vídeo do Stucio C com participação de Petter Hollens, contando como o mundo Marvel é perfeito, ninguém morre, etc. O segundo vídeo do Screen Team, também aborda o grupo pop-heróico com o tema Ultron Funk (paródia de Uptown Funk).

 

Paródias Musicais: Star Trek e Star Wars

Esse primeiro vídeo mostra uma paródia de Let It Go baseada na trama do filme Star Trek First Contact, em que Lily (a personagem convidada) tenta convencer o Capitão Picard a desistir da sua vingança pessoal, evacuar a nave Enterprise, explodindo-a para matar os Borgs invasores. Fique com MAKE IT SO.

O segundo vídeo é uma paródia de Somebody That I Used to Know, em que um fã, personalizado na figura de Anakyn Skywalker/Darth Vader, reclama com Geroge Lucas dos rumos que ele tomou com a franquia Star Wars. Fique com Star Wars That I Used to Know.

Versões de Hanging Tree

Eu adoro a música “The Hanging Tree” que aparece no filme Jogos Vorazes A Esperança Parte 1, cantada inicialmente pela protagonista e depois por um coral de combatentes inspirados por ela. O You Tube está cheio de versões da música, eu separei duas bem diferentes, além da original, é claro. Confira e decida qual é a melhor em sua opinião.

Aqui a cena onde a música aparece originalmente no filme, em uma das suas melhores cenas.

Uma versão fiel à original, regravada por Peter Hollens, com 119 trilhas de vozes.

Aqui a versão dos Blankets, mais pop e animada

Melhores Momentos de Sense8

Estou quase terminando a primeira temporada e ainda não decidi se gosto ou não de Sense8. Mas tem duas coisas que com certeza são legais, além da premissa: as cenas em que a coreana Sun luta e a música What´s Up.

Vamos por partes: a premissa é de que oito pessoas espalhadas pelo mundo (São Francisco, Chicago, Londres, Berlim, Seul, Nairobi, Cidade do México e Bombaim) estão conectadas de certa forma. Ocasionalmente podem se ver ou se transportar espiritualmente para onde os outros estão. E o mais interessante: Podem compartilhar habilidades entre si.

Sun Bak é uma empresária coreana com um segredo: ela luta bem pra caramba, num estilo minimalista.

Quanto a música What´s Up: No quarto episódio, após um monte de barra pesada rolar, os oito Sense8 começam a ouvir ou cantar a mesma música, numa cena bem legal. A música ficou na minha cabeça e coloco aqui um trecho dela na série e depois no video original do  grupo Non Blondes.

Música Pop Grega

Conheça Elena Paparizou – cantora pop grega

Nem tudo é crise econômica na Grécia. Este país é o berço da democracia e da cultura ocidental e não iria sucumbir assim tão fácil. A vida continua por lá, e uma prova disso é o fato que as pessoas continuam se divertindo e curtindo boas músicas como a da Elena Paparizou.

Elena (ou Helena) Paparizou é uma cantora e compositora que nasceu na Suécia em 1982, filha de pais gregos. Começou sua  carreira na terra do Abba, mas em 2005 ela representou a Grécia no Eurovision Song Contest e pela primeira vez este país ganhou a competição. A canção vencedora foi “My Numer One”. Sua carreira deslanchou e lançou sucesso atrás de sucesso, sendo o maior deles a música “Baby It´s Over”, de 2011. No final de maio de 2015, ela se apresentou com “Angel” na final do programa sueco Let´s Dance. Ela tem continuado sua carreira européia com shows, cantando em programas de TV e vendendo mais discos do que o pessoal nas ágoras vende azeite de oliva.

My Numer One

O vídeo acima é o clipe oficial. Se quiser ver como foi a apresentação no Eurovison confira no link para o YouTube.

Baby It´s Over

Angel

To Filis Tis Zois

A música acima foi trilha sonora de filme com o mesmo nome.