Mashup: Mulher Maravilha e Xena

Crossover da abertura de Xena com a nova Mulher Maravilha

Logo que o filme da Mulher Maravilha começou, com as amazonas treinando na Ilha Paraíso, eu lembrei de Xena, A Princesa Guerreira. Imediatamente fiquei com vontade de ver um filme com ela. Tipo super produção mesmo.

Enquanto isso não acontece, um pessoal juntou a abertura do seriado com imagens do filme da guerreira amazona da DC.

Aqui é a abertura da Xena em inglês com imagens do filme da Mulher Maravilha

Aqui podemos escutar o som da abertura brasileira de Xena com outras imagens do filme da Mulher Maravilha

Qual dos dois você gostou mais? A versão brasileira, pra mim, tem o fator nostalgia da abertura dublada como eu conheci primeiro. Mas a versão em inglês está mais bem feita.

Bronn: um spin-off de Game of Thrones

Assistindo a série da HBO Game of Thrones, eu ficava com a impressão que dois spin-offs ficariam bem legais: as aventuras da Arya Stark com Clegane/Cão de Caça e  o trio Tyrion Lannister, Bronn e Podrick. Aí descubro que o usuário do You Tube Magooch86 parece ter tido a mesma ideia, ao menos quanto à uma série do trio. Colocando a trilha sonora de Magnum, que remete a aventura e humor, ele realizou a montagem da falsa abertura abaixo:

Eu vi: Grimm

Crítica: O seriado Grimm é bom?

Quem curte seriados anda ultimamente com um dilema: são muitas séries de qualidade e pouco tempo disponível para assistí-los. Toda dica, recomendação ou alerta de “fuja para as montanhas” ajuda nessa hora.

Eu comecei a ver Grimm juntamente com Once Upon a Time e acreditei que esta seria mais uma releitura de contos de fadas. Mas em minha opinião, essa série tomou um rumo diferente, o que pode ampliar o seu interesse para um público maior.

A História

A idéia central é que existem vários seres híbridos de humanos e animais vivendo escondidos entre nós. Apenas os Grimms possuiriam a capacidade de enxergar a sua verdadeira face, e o seu trabalho é caçá-los. Esses seres, ao longo dos séculos, deram origem aos contos de fadas e lendas de vários povos.

O protagonista é um Grimm que acabou de ganhar o seu “poder da visão”. Além disso, ele é um policial de Portland e seus casos invariavelmente terão por trás essas criaturas.

Criaturas

Pelo título, podemos imaginar que encontraremos todos os contos dos irmãos Grimm. É verdade que nos deparamos com lobos maus (um deles é meu personagem favorito), os três ursos e a cachinhos dourados, entre outros. Mas as criaturas vêm de diversas fontes. Embora apareçam lendas latinas, européias, asiáticas, etc, o universo está estruturado em alemão. Os termos típicos são nesse idioma, como Wesen (criatura) ou Hexen (bruxas).

seriado grimm

Buffy Encontra Arquivo X

Acho que a melhor definição para a série é Buffy Encontra Arquivo X. Aliás, um dos criadores foi produtor executivo de Buffy, e isso fica claro. Temos uma pessoa escolhida, alheia à sua vontade, parte de uma linhagem de escolhidos, combatendo criaturas feias e ameaçadoras. Mas também temos casos e procedimentos policiais, crimes e investigação. E finalmente temos uma conspiração maior que ainda está se descortinando, mas envolve famílias nobres, jogo de poder e motivos ocultos.

Sem um mentor, o policial Grimm conta apenas com um livro de seus antepassados, um trailer cheio de armas e poções (que infelizmente ele tem usado pouco até agora) e ajuda de algumas criaturas do bem. Acho que ele ainda vai desenvolver mais poderes e agilidades, mas por enquanto, além do quase inútil poder de ver a face verdadeira dos wesen, ele faz uso apenas do seu treinamento e armamento policial.

Desenvolvimento

Essa série tem a maioria dos episódios fechados, dando apenas algumas pinceladas na mitologia maior. Com o tempo é que começam a aparecer alguns episódios recomendados apenas para quem acompanha a série, pois envolve maior continuidade.

O que acho legal é que mesmo estando apenas em sua segunda temporada (a terceira já foi confirmada), muita coisa muda. Será que tal personagem ficará sempre na ignorância? Qual será a intenção do fulano? Vai ser só esse pessoal no elenco fixo? Assista e veja como as coisas evoluem rápido.

Conclusão

Grimm não é a “série das séries”, aquela que você precisa assistir caso veja apenas um seriado na vida. Mas é muito boa, criativa e despretensiosa. Se você tem 42 minutos livres nas suas 24 horas, vale a pena encaixá-la no seu calendário de séries.

poster grimm

Abertura do desenho dos X-Men em Stop Motion

Essa é pra quem curte o desenho dos mutantes da década de 90.

Os filmes dos X-men apresentaram altos e baixos, mas ninguém pode negar o sucesso que eles fizeram. Entretanto, sempre achei que ficou faltando uma coisa: a música tema da animação de 1992. Esse desenho era muito bom e muita gente teve seu primeiro contato com a equipe de mutantes através dessa série. Outras animações vieram mais tarde, mas essa é inesquecível.

Assim, sabendo que essa versão é considerada um clássico, o diretor Kyle Roberts e o diretor de arte Nathan Poppe, ambos da Reckless Abandonment Pictures, fizeram uma homenagem a altura: recriaram a abertura usando bonequinhos (action figures) dos heróis e desenhos de fundo recriados à mão. Eles levaram cerca de dois meses tirando mais de 4.000 fotos, fazendo rotoscopia e criando os efeitos especiais em animação.

Inicialmente, veja a a abertura original:

 

Agora veja a abertura stop-motion (ela começa aproximadamente aos 30 segundos):

Se você curtiu, não deixe de ver também outra recriação no mesmo gênero: a abertura em stop-motion do Jonny Quest e abertura stop-motion das Tartarugas Ninja de 1987.

 

Mashup de aberturas: Doctor Who Parte 2

Mais aberturas do seriado Doctor Who refeita ao estilo de outras séries

Continuando com minha cruzada pessoal de divulgar a série de ficção-científica inglesa Doctor Who para o público brasileiro, eu selecionei  novos vídeos que reconstroem a abertura original usando a música e o estilo de outros seriados. Os resultados, além de divertidos e curiosos, servem para mostrar como Dr Who consegue apresentar várias facetas, além da ficção: humor, mistério, trama policial, etc.

Doctor Who no espírito de Friends

As companheiras do Doutor formam um time melhor que As Panteras

Doctor True Blood

The T-Team: Esquadrão Classe Tardis

Law and Order: Time and Space

Secret Agent Doctor

Bônus: Abertura original do Doctor Who refeita no estilo do videogame SNES

UPDATE: Abertura no estilo Buffy, com o Doctor Who atual e seu novo grupo

Se você gostou da idéia, tem mais mashups de Doctor Who aqui.

Mash up de Doctor Who com Desenhos Animados

Abertura do seriado Doctor Who refeita ao som de aberturas de desenhos animados

Depois de misturar Doctor Who com outras séries, chegou a vez de misturar com desenhos consagrados:

Pinky e o Cérebro

“Um é um gênio e o outro insano”. Só não esperava quem seria o Pinky e quem seria o Cérebro!
Se pedir senha, é “pinky”

Scooby Doo

Correria, monstros, correria, música…

Mashup de aberturas: Doctor Who

Abertura do seriado Doctor Who refeita ao estilo de outras séries

O nome “mash up” pode ser novo, mas a prática de editar e mixar algo para obter um novo resultado é bem antiga, e muitas vezes obtém um resultado muito interessante. Abaixo, selecionei videos que reconstroem a abertura da série inglesa Doctor Who, a série de ficção-científica de maior longevidade do mundo.

Ao estilo de Dallas

Dallas foi uma série americana que chegou a ser chamada de novela yankee pela sua longa duração e pela história com todo jeito de novelão mesmo. Além do elenco famoso, a abertura ficou na cabeça de todo mundo que assistia tv naquela época. Veja a abertura original.

Timelord – Profissão Perigo (Ao estilo MacGuyver)

Acho que não preciso explicar nada sobre a série MacGuyver, né? Para quem quiser comparar, aqui está a abertura original da primeira temporada.

Doctor Who encontra As Aventuras de Merlin

Merlin é uma série da BBC que conta a história do jovem mago, quando ainda era um simples servo do Príncipe Arthur, em uma Camelot onde a magia foi proibida pelo Rei Uther Pendragon (interpretado por Anthony Stewart Head, o Giles de Buffy). Veja a abertura original.

Doctor Who x Buffy

Falando em Buffy, não podia faltar uma montagem da abertura de Doctor Who no estilo da ótima abertura da caça-vampiros – e caça-demônios e caça-monstros em geral… (abertura original da 5ª tamporada aqui).

No Estilo Aaron Spelling

Para terminar, aqui vemos algo diferente: a música não é de outro seriado, mas do próprio Doctor Who. Entretanto, é um arranjo completamente diferente, meio disco, meio seriado americano dos anos 80. Embora não seja melhor que o arranjo original, achei bem interessante. Compare com a abertura original do 10º Doutor, David Tennant.

Existem muitos mashups interessantes espalhados pela internet, eu procurei selecionar alguns trabalhos melhores. Postarei outros mais adiante. Para quem gostou da idéia, mas prefere ver aberturas de outras séries, pode visitar posts anteriores, em que fizemos uma seleção bem variada aqui e outra aqui.

Mashup da Abertura de Swat com Galactica

Criatividade e talento: Misturando som de uma série antiga de TV com video de outra.

Essa é pra quem curte  seriados antigos: o cara combinou, com bom humor, o áudio da abertura de SWAT com imagens editadas da série clássica de Battlestar Galactica (que aqui se chamava Galactica: Astronave de Combate). Na minha opinião, ficou fantático, não podia ser melhor!

Se você gostou da idéia, confira nesse post anterior, uma mistura de Star Wars com Havaii  5-0 e Esquadrão Classe A com 3 Patetas!

Aberturas de séries trocadas II

Quando eu estava procurando no You-Tube as músicas-temas dos seriados escolhidos pelos ingleses como Top 10 de todos os tempos (veja nesse post), encontrei diversas montagens feitas por fãs, criando novas aberturas para uma série ao som de outra. E não é só questão de colocar a nova música. Toda abertura é refeita no estilo da outra.

Eu até já fiz um post sobre isso aqui, mas tem muita coisa legal nesse sentido, então vale mais um post com esse tema. Divirta-se!

Doctor Who ao som da nova Galáctica

Galáctica ao som de Buffy

Star Trek A Nova Geração ao som de Dallas

Deep Space 9 ao som da nova Galáctica

Star Trek Clássica ao som de Esquadrão Classe A