You are here
Home > Quadrinhos >

Caco Galhardo no CQQ #17

caco-int O tema do CQQ#17 (Carnaval de Quadrinho das Quartas) é artistas nacionais…faz tempo que eu estou querendo participar, mas nunca aparecia a tal oportunidade. Então, com ajuda (e paciência) do Antônio, um grande amigo errado, fiz o post sobre o Caco Galhardo.

Quem é fã dos Pescoçudos e do Chico Bacon sabe de quem eu estou falando. O cartunista Caco Galhardo – no RG: Antônio Carlos Galhardo -, nasceu em São Paulo e começou sua carreira na década de 1980, publicando em fanzines.

Formado em Comunicação, pela FAAP (Fundação Armando Álvares Penteado), já trabalhou na MTV, como redator onde foi idealizador das campanhas de cidadania, prevenção à AIDS e contra a violência, e na Tv Globo, no programa Casseta e Planeta Urgente.

Como cartunista, publicou a tira Os Pescoçudos no jornal Folha de S.Paulo e no jornal O Dia, do Rio de Janeiro. Os Pescoçudos teve uma coletânea intitulada Diga-me com que carro andas e te direi quem és!, lançada pela Via Lettera, em 2001. Caco Galhardo colabora com várias revistas nacionais e estrangeiras, entre elas: Elle, Criativa, Marie Claire e Viagem e Turismo. (Fonte: Bigorna.net)

Quem quiser ler mais as tirinhas do Caco é só visitar o blog do cartinista, http://blogdogalhardo.zip.net/ ou, ainda, ler o scann dos quadrinhos da Revista Piauí: Quando parei de me preocupar com canalhas.

De presente para os leitores errados, as tirinhas do Vovô:

Saiba mais sobre o Chico Bacon, os Pescoçudos, O Poney que queria ser underground, o Vovô e as Gostosas em:

Site do Caco Galhardo

Blog do Caco Galhardo

Os blogs participantes do CQQ #17:

Toca do calangoEdgar Vasques

Blog do HiroshiMaurício de Souza

Blog do GustaEmir Ribeiro

QuadridekoWatson Portela

6 thoughts on “Caco Galhardo no CQQ #17

  1. Bem vinda ao clube, Carol! E, por coincidência, eu que andava afastado e sou muito fão do News Errado, estou de volta também.
    Te confesso que não conhecia o caco Galhardo. Muito boa a dica.
    Passa lá na Toca e veja um pouco sobre Edgar Vasques

  2. Pingback: Maurício de Souza

Deixe uma resposta

Top